• Postado por Tiago

Após 75 dias de greve, os médicos da prefa de São José voltaram ao trampo ontem. Durante o período em que lutaram por melhores salários e condições de trabalho, os dotôs deixaram de atender 20 mil pessoas.

Ontem, as filas pra remarcação das consultas foram grandes nos 19 postos da rede. “Chegamos a um acordo e os médicos retornaram ao trabalho. Segundo o acordo que fizemos com eles, as consultas faltosas serão feitas. O sistema de agendamento já está sendo acionado para resolver estas pendências o quanto antes”, garante o secretário da saúde, Áureo dos Santos.

Pros dotôs, no entanto, a gratificação de R$ 300 por mês, o pagamento dos dias parados e a equiparação salarial aos médicos do Programa de Saúde da Família não contemplam toda a lista da choradeira.

Os médicos ainda reclamam de falta de estrutura para atender os pacientes em melhores condições, mas aceitaram acabar com o beicinho e fechar o acordo com a prefa pra não prejudicar ainda mais o povão que depende do atendimento na saúde pública municipal.

  •  

Deixe uma Resposta