• Postado por Tiago

INTERNA-_abre_carteira-de-trabalho_agência-brasil-roosewel-t-pinheiro

Mais de R$ 26 milhões, que poderiam estar forrando o bolso do povão em Santa Catarina, estão esquecidos nos cofres da Caixa Econômica Federal pelos trabalhadores que têm direito ao abono salarial do programa de integração social (PIS) e seus rendimentos. De 1,7 milhão de pessoas que poderiam sacar o PIS, 458 mil ainda não foram pegar a grana.

O prazo pra retirada do dinheiro vai até o dia 30 deste mês. Depois é babau tia chica. O governo recolhe a bufunfa, que vai para o fundo de amparo ao trabalhador (FAT) pra financiar políticas públicas pro povão. Aí, só vai poder pegá-lo de volta quando se aposentar, ficar inválido, desenvolver um câncer ou contrair o vírus da AIDS.

Governo quer ver o dinheiro girando

A intenção do governo é fazer o povão sacar o que tem direito pra botar mais dinheiro na praça e bombar as economias regionais. ?Esses recursos são importantes para a economia, o comércio e arrecadação tributária dos municípios?, ressalta Denise Deibler, que é gerente de serviços sociais da Caixa em Santa Catarina.

No Vale do Itajaí, informa Denise, mais de 50 mil trabalhadores não foram receber o PIS ou seus redimentos. São mais de R$ 3,9 milhões que poderiam fazer a alegria da galera. Na Grande Floripa são mais de 88 mil pessoas e R$ 5,9 milhões não sacados.

Quem tem direito ao PIS

Quem trampou de carteira assinada durante pelo menos 30 dias este ano e ganhou em média até dois salários mínimos tem direito ao abono do PIS, que é da merreca de um salário mínimo. Isso, se já for cadastrado no programa há mais de cinco anos. Quem recebeu mais de dois salários ganha somente os rendimentos.

Como receber a grana do PIS

Pra receber o dinheiro do PIS precisa ter o cartão cidadão, que é dado pela Caixa Econômica Federal a todo trabalhador com carteira assinada. Quem tem o cartão do bolsa família também pode usar pra pegar a grana do PIS.

Pra pedir o cartão cidadão é a coisa mais fácil do mundo. Basta ligar pro 0800 726 0101 e fazer a solicitação. Passe seu nome completo, data de nascimento, carteira de identidade e número da carteira de trabalho. Dias depois, o cartão é enviado pra agência da Caixa Econômica da cidade onde você mora.

Pelo mesmo número do 0800, que é digrátis, também dá pra ver quanto tem de saldo no PIS ou quanto vai receber de rendimento.

  •  

Deixe uma Resposta