Warning: array_keys() [function.array-keys]: The first argument should be an array in /home/diariblogftp/html/wp-includes/widgets.php on line 1044
Diarinho - Diário do Litoral
 
  • 09 fev 2010
  • Postado por admin

anuncio20para20internet_amanha

  •  
  • 09 fev 2010
  • Postado por Tiago

capa

  •  
  • 09 fev 2010
  • Postado por Tiago

TOPO

Dois golpistas foram presos na sexta-feira passada na Barra Velha. Eduardo Frigo Gagliastri Ferlin e Vladimir Peres Pinheiro caíram ao tentar comprar com um cheque clonado num supermercado da city. Eles ainda tavam vendendo folhas de cheques em branco por 20 mangos. Siferraram!

  •  
  • Postado por Tiago

Dupla entregava drogas pro traficante Betinho, que tá na jaula

A polícia Militar colocou atrás das grades uma dupla de traficas da pesada de Itajaí. Alvonio Mendes de Pinho, e Thiago Luiz dos Prazeres Pfitzer, ambos de 22 anos, foram guentados com seis quilos de crack e uma montoeira de tranqueiras, que podem ter sido furtadas e trocadas por drogas.

A dupla foi presa na rua Antônio Peirão, São Vicente, por volta das 15h30 de ontem. Thiago saia da quitinete do comparsa pra distribuir a porcariada na Biz, placa MDT 7993 (Itajaí), quando os policias deram o atraque. Com ele foi encontrado um quilo de crack. Os PMs voltaram com o safado até a quitinete e encontraram um verdadeiro depósito da maldita.

Dentro do apê foi preso o Alvonio e achados mais cinco quilos de crack, notebook, impressora, balança de precisão, dois celulares, mais de 30 pacotes vazios de droga e mais de 3600 reales, sendo que R$ 16,95 eram em moedas ? característica do tráfico de porcaria. Na frente da quitinete também foi apreendida a moto CBX 250, placa MCM 2879 (Itajaí), que seria usada pra entregar a porcariada na região.

Os PMs contaram ao DIARINHO que a prisão da dupla não aconteceu por acaso. Eles fizeram uma investigação de três meses em cima dos caras e até grampearam o telefone celular usado pelo traficante Betinho, que está preso e comandaria a distribuição de drogas de dentro da cadeião.

As escutas telefônicas indicaram que a dupla tava distribuindo crack pro traficante e então rolou um primeiro atraque. ?Nós perseguimos uma vez o Alvino, mas ele conseguiu escapar. Dessa vez a gente teve sucesso e mandou pra trás das grades a dupla?, explicou um policial, que preferiu não se identificar. Os dois malandros têm passagem pela polícia. Thiago por porte ilegal de armas e Alvonio por tráfico.

Segue com o celular

Os policiais também contaram ao DIARINHO que na última operação pente-fino feita no presídio, na quinta-feira passada, o celular usado pelo traficante não foi encontrado pelos carcereiros. Betinho continua usando o celular numa boa. O DIARINHO tentou ouvir o administrador do presídio, Maurílio Antônio da Silva, mas ele não tava no cadeião.

Trio cai com marofa

Na tarde de ontem, a PM também tirou de circulação um trio metido com o tráfico de drogas, no bairro Cordeiros. Alessandro Nereu Coelho, 22, e a dupla de dimenores E.S., R.B., ambos de 17 anos, foram pegos na rua José Francisco Mateus. Quando o dimenor E.S. viu a baratinha da PM, jogou a droga no chão e tentou siscapar da bronca, mas não adiantou. Os três foram presos e com eles foram apreendidas 100 gramas de maconha e 64 reales em notas miúdas, característica do tráfico de porcaria. O trio foi levado pra sisplicar depê.

  •  
  • Postado por Tiago

Bombeiros acreditam que hotel não tem sistema adequado de combate a incêndio

A madrugada de ontem foi fogo em Balneário Camboriú. Um incêndio destruiu um quarto do 5º andar do hotel dos Açores, na avenida Brasil. O edifício teve que ser esvaziado e uma família de chilenos, incluindo um bebê, ficou presa lá no alto e pediu ajuda pendurada nas janelas. Os bombeiros acreditam que hotel não tem sistema adequado de combate a incêndio e devem mandar um relatório ao Ministério Público.

Por volta das 1h, hóspedes do quarto 519 viram um fogaréu danado sair de uma televisão, que tava pertinho da janela. As chamas logo se alastraram e atingiram a cortina, cômoda e a parede. Uma fumaceira preta se formou e quem tava por lá saiu correndo. O corredor ficou tomado de gente, que sivirou em pernas e tratou de tentar fugir do fogo.

Uma família de argentinos, que tava no quarto 521, ficou cercada pela fumaça e não conseguiu sair. O casal e os filhos, de um ano e outro adolescente, se penduraram na janela e começaram a gritar por socorro. O povo que caminhava pela avenida Brasil viu o desespero deles e chamou os vermelhinhos.

Os bombeiros conseguiram tirar os gringos com vida do hotel. Eles tavam bem, mas precisaram receber atendimento médico, pois tinham respirado muita fumaça. A família não foi localizada na manhã de ontem e funcionários do hotel não quiseram informar se eles tavam por lá ainda.

Os bombeiros mandaram um mundaréu de água em cima do fogaréu. Depois de meia hora de serviço, acabaram com as chamas. Resfriaram as paredes dos outros quartos pra garantir que o incêndio não iria recomeçar, e fizeram uma varredura em todos os cômodos pra garantir que nenhuma vítima ficou pra trás.

Os vermelhinhos farão um laudo do incêndio, mas já arriscam dizer que o fogo foi motivado por uma falha elétrica na instalação da TV do quarto 519. A área onde rolou o incêndio foi isolada até que os vermelhinhos façam a vistoria. O papéli deverá ficar pronto em 30 dias.

Sem segurança

Os bombeiros irão apurar se o hotel tem um sistema adequado de combate a incêndio. O sargento José Carlos dos Santos não esteve no local, mas soube pelos colegas que a situação tá preta por lá. ?A edificação não atende as normas de segurança contra incêndio?, disse.

A princípio os hotéis devem dispor de alarme de incêndio, sistema hidráulico preventivo, que é a tal da mangueira com reserva de água, extintor e saída de emergência, entre outros itens. Mas o hotel Açores não teria sequer uma plaquinha de emergência pra indicar aos hóspedes pra onde fugir em caso do fogaréu tomar os andares.

Os vermelhinhos repassarão o resultado da vistoria pras otoridades. ?Estamos elaborando um documento que deverá ser encaminhado ao Ministério Público?, informou o sargento. A reportagem tentou conversar com a gerente do hotel, Ivana do Carmo, mas nas três ligações feitas pro hotel, ela não pode atender o DIARINHO.

  •  
  • Postado por Tiago

Um baita susto rolou no finzinho do show da banda baiana Djjavú, no Bailão do Silva. A vocalista Deuzete S.A. Rocha, 29 anos, a Deusa, escorregou na escadinha do palco e caiu na chón. Ela foi levada às pressas até o hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, e, de acordo com os socorristas, não conseguia mexer as pernas.

O tombo rolou durante a madrugada do domingão, quando a banda baiana encerrava seu show na Penha. O dono do bailão, Aldo da Silva, não sabia dizer se Deusa caiu ou pulou do palco. “Nós temos uma parte do palco que é mais alta que a outra. Ela caiu do palco mais alto pro mais baixo, de uma altura de mais ou menos um metro e meio. Mas ela pode ter pulado também e caído. Eu não vi o tombo”, fala o proprietário.

Silva acredita que o tombo não foi nada grave. “Os bombeiros me falaram que ela quebrou a clavícula, e que não teve nenhuma complicação com outros membros, está bem. Ela ainda pode ter caído porque a pressão baixou, pois estava muito quente no local. Comentaram ainda que ela poderia estar grávida, mas ninguém me confirmou isso”, mandou.

Assim que Deusa caiu, a PM, que tava na frente do bailão, já chamou os vermelhinhos, que levaram a vocalista pro Marieta. No entanto, no hospital, nenhum enfermeiro informou o estado de saúde da moça. A assessora de imprensa do hospital, Roberta Ramos, também não tava na unidade na tarde de ontem, e não atendeu ao celular.

  •  
  • Postado por Tiago

Os bombeiros de Camboriú e da Maravilha do Atlântico tiveram um trabalhão pra dar cabo de um incêndio que destruiu uma casinha na rua Monte Cruzeiro, bairro Monstro Alegre, ontem à tarde. Em poucos minutos, toda a baia foi tomada pelas chamas, que chegaram a atingir uma moradia vizinha.

Eram 16h quando a vizinhança percebeu a fumaceira que saía da baiuquinha de número 1476, na subida do morro, e avisaram os vermelhinhos. Como a maior parte da casa era de madeira, as chamas se alastraram muito rápido, e não sobrou nada da baia pra contar a história.

Dois caminhões e cinco mil litros de água foram usados no combate ao incêndio. Como o fogo se espalhou muito ligeiro, os bombeiros não conseguiram identificar o que pode ter iniciado o incêndio. Por sorte, ninguém se feriu.

  •  
  • Postado por Tiago

Balsa foi alvo de piloto bebum

O mar não tá pra peixe pra quem se aventura em embarcações chiquetosas pela região. Nos últimos dias, três acidentes foram registrados em Balneário Camboriú e Bombinhas. Teve lancha desgovernada batendo na balsa que faz a travessia do rio Camboriú, manos à deriva em cima de um veleiro, e até um pessoal do SBT, que filmava as belezuras catarinas, que por pouco não sistrepou. O delegado da capitania dos Portos peixeira, capitão Alexandre Herculano Malizia Alves, avisou que as regras de trânsito no mar são bem parecidas com as das ruas, e quem for pego cometendo alguma irregularidade tá sujeito a levar uma carcada.

O acidente mais grave foi registrado na madrugada de domingo. Uma equipe do SBT, que tinha passado o dia gravando imagens na praia do Caixa D`Aço, em Porto Belo, voltava pra Balneário Camboriú a bordo de uma lancha alugada da Marina Vip, quando o barquinho sofreu uma pane no motor. ?A embarcação perdeu propulsão, foi jogada contra as pedras, na praia de Taquaras, e acabou encalhando?, disse o capitão Alexandre.

O pessoal, apavorado, avisou os bombeiros e à Marinha, e ficou à espera de socorro. Os vermelhinhos conseguiram alcançar as vítimas com um jet ski, e as levaram até a marina Tedesco. A lancha detonada foi mandada pra capitania dos Portos, e o piloto, C.A.B., foi intimado a sisplicar.

Os bizolhudos de plantão disseram que o cara tava bebaço quando rolou o perrengue, mas o delegado da capitania não confirma a informação. ?Instauramos inquérito pra investigar as circunstâncias do acidente, mas a equipe que fez o resgate não relatou nada sobre embriaguez?, garantiu. A investigação tem 90 dias pra terminar.

Horas antes, outro piloto navalha de uma lancha chicosa por pouco não provocou uma tragédia. O cara cortou a frente da balsa que faz a travessia entre a Barra Sul e o bairro da Barra, no rio Camboriú, e as duas embarcações acabaram batendo. Por sorte, a balsa tava sem passageiros naquele momento, e o estrago não foi grande a ponto de atrapalhar o serviço de leva-e-traz. ?Infelizmente meu marinheiro não conseguiu anotar nem o número da lancha, nem o nome. Sem isso, não tivemos como denunciar à Marinha?, diz o dono da balsa, Domingos Cassimiro Pinheiro.

Ele acredita que o condutor do barco de ricaços estivesse mamado. ?Pelo que o marinheiro falou, ele tava bastante alterado. O que preocupa a gente é que isso é bem comum. Esta semana, então, com a chegada do carnaval, complica ainda mais?, comentou.

Ontem, foi a vez de dois irmãos de Santa Maria (RS) passarem por maus bocados. Eles velejavam pela praia de Quatro Ilhas, em Bombinhas, quando bateu o vento sul e virou a embarcação. O veleiro tava sendo arrastado pro costão, mas eles conseguiram reerguê-lo. O problema é que não conseguiam voltar à praia. Os bombeiros foram chamados e tiveram que resgatar a dupla de alto-mar.

Bizolhada

O capitão Alexandre disse que, pra evitar barbeiragens, a Marinha tem feito fiscalização nas praias da região. Os condutores das embarcações têm que estar com a carteira de habilitação, o seguro obrigatório e os documentos em dia. Desde o dia 19 de dezembro, a capitania já deu mais de 500 bizolhadas por aqui. Ao todo, 50 pilotos ganharam uma mijada por estarem irregulares. ?As pessoas devem estar atentas e saberem que o condutor precisa ser habilitado, e não pode ter bebido. Não se pode confundir emoção com imprudência?, alertou.

  •  
  • Postado por Tiago

Duas casas noturnas de Balneário Camboriú vão ter que sisplicar na justa por terem permitido a entrada de dimenores. A carcada veio depois de uma ação conjunta entre o comissariado da Infância e Juventude, o conselho tutelar e a polícia Militar, no final de semana.

O primeiro balança-teta a receber a visitinha foi o Rancho Brasil, na avenida do Estado, onde funcionava o antigo Whiskadão. Os bizolhudos identificaram duas aborrescentes de 17 anos por ali. As gurias foram entregues ao conselho tutelar, e os representantes do comissariado deram um canetaço no dono do bate-coxas.

Dali, a fiscalização seguiu pra boate Cult, na avenida Beira Rio, na Barra Sul. Os comissários levaram um baita susto quando perceberam que mais de 60% dos frequentadores da casa eram dimenores. Eles separaram uma boa parte da criançada e mandaram a turma pra casa. Os donos da Cult também ganharam uma mijada, e terão 30 dias pra sidefender.

Nos dois casos, será aberto um processo na justa. Se as casas noturnas forem condenadas, os donos terão que desembolsar uma multa que pode variar de 1,5 mil reales a R$ 10 mil. Se outros adolescentes forem pegos por ali, os bate-coxas terão que fechar as portas.

  •  
  • Postado por Tiago

O agricultor Genésio Richart, 48 anos, partiu pro além no final da tarde de domingo, depois de perder o controle da motoca que pilotava e ir parar dentro da vala de um arrozal, na localidade de Traço Baú, em Luís Alves.

O acidente rolou por volta das 18h30, na estrada geral do bairro. Testemunhas contaram aos bombeiros que Genésio se perdeu e entrou de moto e tudo dentro de um arrozal, às margens da pista.

O coitado caiu numa vala da plantação e foi esmagado pela cabrita, placa MDL 1315 (Ilhota), que ficou em cima dele. Os vermelhinhos contaram que o coitado teve o peito aberto pela moto e não resistiu aos ferimentos. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) e liberado pra família ainda no domingo.

  •  
Próxima Página »