• Postado por Tiago

bela-a-feia

Jogo dos sete erros: Betty X Bela, as feias

Sabe aquele antigo bordão do Jô Soares ?Não sou palhaço, mas tão me fazendo de palhaço?? Pois se encaixa bem na artimanha das tevês que, em vez de inovar, insistem em repetir fórmulas gastas de sucesso garantido. A última investida é a produção de ?Bela, a feia?, na Record, que estreia hoje, às 20h30.

Versão brasileira da mexicana ?A feia mais bela?, da Televisa, a novela traz como protagonista a atriz Gisele Itié, que é mexicana, mas bonita que dói. Ela disse em entrevista que demora mais de uma hora pra se enfeiar, e o público se pergunta: ?E daí?!?.

Deve ser porque na tevê brasileira não tem espaço para atores feios por natureza, daí os papéis de feios também serem interpretados por gente bonita e bronzeada, a exemplo dos brancos que tingiam a cara de preto nos musicais da bróduei, nos EUA, ou os homens que se vestiam de gueixa no teatro kabuki, no Japão.

Além do mais, a história da feia de coração bom que fica bonita no final é mais velha do que andar pra frente. Chega de cinderelas e patinhos feios! Só nos resta rezar à Santa Clara, padroeira da tevê, que o público se toque do engodo e não engula a seco mais um exemplo do ?nada se cria, tudo se copia?, trocando de canal.

  •  

Deixe uma Resposta