• Postado por Tiago

“Tenho acompanhado e participado da luta por mais segurança em Navegantes

desde 2001, quando era vereador. Realizamos reuniões, seminários, manifestações, fomos ao governador, trouxemos o governador até aqui, cobramos e estamos cansados de tanto descaso.

Navegantes é relegada a um quinto plano pelo governo do estado.

A Insegurança

A secretaria de estado da Segurança Pública divulgou os números da sua incompetência relacionados a nossa região. O levantamento feito pelos comandados do senhor Benedet mostram que, de 2007 até agosto de 2009, das quatro cidades mais violentas, três são da nossa região.

1ª cidade mais violenta: Camboriú com 74,9 mortes por 100 mil habitantes;

2ª cidade mais violenta: Navegantes com 53 mortes por mil habitantes;

3ª cidade mais violenta: Biguaçú com 37,4 mortes por 100 mil habitantes;

4ª cidade mais violenta: Itajaí com 34,3 mortes por 100 mil habitantes.

É preciso escrever mais sobre a nossa desprestigiada colocação?

A inoperância

A falta de atitude e de trabalho dos nossos políticos locais é algo que preocupa por demais. Nossa cidade está sendo governada há anos pelos dois principais partidos (do Governador e do Vice) que governam Santa Catarina. A nossa cidade tem um deputado estadual e um deputado federal que não são da oposição ao governador. São da situação e nada é feito.

Nesse caso mais específico, o senhor Deba está na Assembléia usufruindo dopoder, mas nada trouxe para Navegantes. Discursos e promessas, senhor Deba, não resolvem nosso problema. O secretário Benedet esteve aqui e o senhor se limitou a elogiá-lo e a agradecê-lo. Lembra? Foi no dia 29 de junho. E as promessas que ele fez não foram cumpridas. Continuam promessas.

E o prefeito-emplumado empregou uma tropa a pedido do vice-governador: um secretário de Segurança de São José, um de Turismo de Balneário… até a filha do chefão da Polícia Civil do Estado. E aí, prefeito: emprego para esta gente tem e para nós?

Vivemos um momento nebuloso na política local: temos uma penca de políticos inoperantes.

A Incompetência

Se o que escrevi acima não bate com a realidade, me desculpem os citados. Então, neste caso, a conclusão é outra e muito simples: estes políticos eleitos pelos navegantinos já provaram a sua incompetência.”

Ass: Tarcísio Weise

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta