• Postado por Tiago

Uma pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural, e Biocombustivel (ANP) revela que atualmente em 19 estados, incluindo Santa Catarina, e no Distrito Federal é mais vantajoso abastecer o carro flex à gasolina do que a álcool. A pesquisa foi realizada entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro. Itajaí e Balneário Camboriú estão entre as cidades pesquisadas no estado.

Na city peixeira o preço médio da gasosa em 15 postos ficou em R$ 2,629 e do álcool em R$ 1,935. Já em Balnê os técnicos da ANP percorreram 24 postos e verificaram que o preço médio da gasolina está em R$ 2,607 e do álcool em R$ 2,014.

A pesquisa leva em conta que os carros flex com álcool tem 30% menos autonomia, ou seja, percorrem uma distância menor do que se estivessem com a mesma quantidade de gasolina. O preço do álcool começou a subir por conta das chuvas no período de colheita da cana de açúcar. A redução da produção do etanol foi o equivalente a quantidade consumida por um mês no país. Nos últimos cinco meses o álcool encareceu 21%.

  •  

Deixe uma Resposta