• Postado por Tiago

na economia brasileiraAproximadamente R$ 85 bilhões serão injetados na economia brazuca até dezembro deste ano. O dinheiro vem do pagamento do 13º salário e representa algo em torno de 2,8% do produto Interno Bruto (PIB). A estimativa é dos sabichões do departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgada ontem em nível nacional.

O dinheiro cai na mão de pelo menos 70 milhões de brasileiros. Os R$ 85 bilhões vêm tanto dos trabalhadores com carteira assinada quanto dos empregados domésticos, aposentados, pensionistas diversos da previdência social e beneficiários de pensões dos governos federal e estaduais.

Pelos estudos do Dieese, o povão com carteira assinada representa a maior fatia do bolo. São 42,1 milhões de trabalhadores, que abocanham 60,3% do total dos beneficiados com o abono de Natal. Depois vêm os aposentados e pensionistas da previdência social. Calcula-se que 26,8 milhões de velhinhos (38,3%) passem a ter mais dinheiro no bolso com o 13º.

A fuçada dos sabichões do Dieese também revela que a média do valor do 13º pago este ano será de R$ 1.426. Se for considerar por ramo da economia, o setor de serviços, que também engloba a barnabezada, é a que tem maior valor médio: R$ 1.525. O pessoal do chamado setor primário, que engloba a colonada da agricultura e o povo da pesca, é o que tem menor média do valor do abono. A merreca de R$ 780,48.

  •  

Deixe uma Resposta