• Postado por Tiago

INTERNA-9-BASE---g---reuniao-piri-vereadores

Periquito até posou abraçadinho com os tucanos

Os seis vereadores da turminha da oposição da câmara de Balneário Camboriú decidiram ontem acabar com a greve que já durava duas semanas. A decisão veio depois de uma reunião de portas fechadas com o prefeito Edson Periquito (PMDB), que rolou no final da tarde na casa do povo. Os edis tinham decidido fazer beicinho e se negavam a votar os projetos encaminhados pela prefa, até que o homem-pássaro respondesse quando vai abrir as portas do hospital municipal.

Uma conversinha já tinha rolado na noite de segunda-feira, mas sem resultados. Ontem, Periquito foi até a câmara dar um plá com os birracentos e estender a bandeirinha da paz. O blablablá, que reuniu os tucanos Moacir Schmidt, Fabrício Oliveira, João Miguel Tatá e Dão Koeddermann, além dos coleguinhas Orlando Angioletti (DEM) e José Hannibal (PP), contou também com a presença da líder do governo na casa, a vereadora pink Christina Barrichello (PPS). Depois de duas horas de negociação, o pessoal da oposição resolveu ceder e ficou de bem com o prefeito.

Ficou decidido que a prefa deverá encaminhar ainda hoje um papéli aos vereadores, informando quando vai terminar as obras no entorno do hospital, e quando será decidido o modelo de gestão. Também será criada uma comissão pra acompanhar o trampo a partir de agora. Deverão fazer parte do grupo representantes da câmara, da prefa e da organização mundial da família (OMF), entidade que construiu o hospital.

Por conta da reuniãozinha, a sessão na casa do povo começou só às 19h, com uma hora de atraso.

  •  

Deixe uma Resposta