• Postado por frandiarinho

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça decidiu na manhã de hojem por dois votos a um, libertar Marcelo Vieira da Cunha, acusado de participar de um racha que vitimou o cabo da PM Cláudio Costa em Porto Belo, em agosto.

O presidente da Câmara, desembargador Rui Barreiros Fortes, acompanhou o voto anunciado na sessão anterior pelo colega Newton Varella Júnior, favorável à soltura do suspeito. A relatora Marli Mosimann Vargas já havia votado contra. O entendimento final da maioria foi o de que não estavam presentes no processo os requisitos necessários para a manutenção da prisão preventiva de Marcelo, decretada pela juíza Simone Rodrigues, de Porto Belo.

Segundo o advogado do suspeito, Cláudio Gastão da Rosa Filho, os desembargadores concluíram que a soltura de Marcelo não irá tumultuar a ordem pública e nem atrapalhar o andamento do processo. O empresário já foi solto da delegacia de Porto Belo, onde estava preso há cerca de duas semanas, e agora irá aguardar o julgamento em liberdade.

  •  

Deixe uma Resposta