• Postado por Tiago

A falta de vermelhinhos pra trampar no aeroporto Internacional de Navegantes tá fazendo a cidade amargar uma baita preju. O superintendente do aeroporto, Marcos das Neves Souza, afirma que uma empresa deixou de operar na city porque não conseguiu autorização da agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Motivo: não tem bombeiros suficiente pra garantir a segurança do local.

O superintendente diz que a empresa Webjet, do grupo CVC, esteve tentando operar no único aeroporto da região. Eles fariam voos diários durante 45 dias, na temporada de verão, num avião com capacidade pra 120 passageiros. Mas a Anac não autorizou os desembarques. A negativa rolou por falta de segurança.

Hoje, cinco vermelhinhos atuam por turno no aeroporto. O ideal, pra que aviões maiores operem em Navega, seria pelo menos sete por turno. “A Infraero tem um acordo com o Estado, em que a gente pode terceirizar o serviço de bombeiro. Mas estes bombeiros só começariam a trabalhar no final do primeiro semestre de 2010, porque temos que fazer uma licitação e ainda treinar os funcionários” lamenta Marcos.

O superintendente espera que o governo do estado dê um jeitinho ainda este ano de enviar os vermelhinhos que faltam pra empresa começar a operar. “Não existe nenhum tipo de pressão da Infraero no governo, só estamos aguardando”, explica.

Bafafá

Outro bafafá que estaria rolando é que uma segunda empresa, a Trip Linhas Aéreas, não teria conseguido aprovação na Anac para operar em Navega. Mas, segundo Marcos, a empresa ainda nem pediu oficialmente pra se instalar no aeroporto. “Houve uma conversa, mas nenhum pedido oficial. Se houver, não acredito que terá problemas, pois a Trip vai operar com aviões de no máximo 46 passageiros”.

Não tem previsão

O comando do corpo de bombeiros, que poderia resolver o perrengue, não tem notícias de quando o aumento de efetivo vai acontecer. O comandante do batalhão dengo-dengo, Maicon Francisco de Alcântara, falou que será formada uma turma de novos vermelhinhos no final do ano e, quem sabe, alguns deles viriam pra cá. “O único problema que nós temos é com o efetivo do aeroporto. Porque o resto, extintores, caminhões de incêndio, lá, são de primeira”, garante.

O coronel Onir Mocelin, que cuida da região do Itajaí, não tava na city ontem. Ele é quem tá fazendo a divisão de vermelhinhos pra toda a região do Litoral Norte e poderia responder se tem previsão de envio de bombeiros pro aeroporto.

  •  

Deixe uma Resposta