• Postado por Tiago

Os saques dos abonos Pis e Pasep, neste ano, bateram recorde. O ministro Carlos Lupi, do Trabalho, informa que até final de outubro 12,899 milhões de pessoas pegaram a grana. Isso representa 77,65% dos trabalhadores que têm direito aos abonos. No ano passado, quando o governo começou uma campanha intensiva pra lembrar ao povão sobre o dinheiro que é depositado todo ano, 76% dos brazucas correram aos bancos para pegar o faz-me-rir.

Os R$ 7,6 bilhões já estão todos liberados e o prazo para saque vai até 30 de junho do ano que vem. O dinheiro que não for retirado pela peãozada volta pro governo federal e vai engordar o fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O Sul do Brasil é a segunda região onde mais os trabalhadores ficaram ligados e fizeram o saque. Pelos dados do ministério do Trabalho e Emprego (MTE) foram 78,24%. Os mortos de fome do Nordeste ganharam em esperteza: 82,57% já pegaram o dindim.

Onde pegar a grana

Trabalhadores da iniciativa privada que ganham até dois salários mínimos e estão pelo menos há cinco anos cadastrados no programa de Integração Social (PIS) pegam o dinheiro na Caixa Econômica Federal. Quem tem o cartão cidadania, pode ir direto no caixa eletrônico fazer o saque.

As mesmas regras valem pro pessoal que trampa no serviço público. A diferença é o nome do abono e o banco. Pros servidores chama-se programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) e o dinheiro é liberado pelo Banco do Brasil.

  •  

Deixe uma Resposta