• 24 jul 2009
  • Postado por Tiago

A tradicional avenida Hercílio Luz, no centro da capital, vai virar point neste sábado com a estreia do projeto “AlamedaCultural”, promovido pela fundação Franklin Cascaes. Das 10h às 14h, o trecho da via de pedestres entre a rua Anita Garibaldi e a maternidade Carlos Corrêa, será ocupado por barracas de artesanato, livros, comidinhas; além de contar com apresentações de música, teatro, dança, folclore, contação de história e malabarismos circenses. A programação faz parte das comemorações do 22º aniversário da fundação.

Às 13h, vai rolar a performance de teatro “Histórias de Canto e Encanto”, do grupo de teatro do Sesc. O espetáculo faz um mergulho no imaginário do povo brasileiro e, sobre pernas-de-pau, os atores Toni Edson e Júlia Lacerda convidam o público a viajar por novas terras através de trovas e lendas brazucas, num misto de canto, contação de histórias e acrobacias.

Quem gosta de boa música também pode pintar na área. O grupo de chorinho Nosso Choro, Os Santos (jovem guarda) e o músico Severo (MPB) vão marcar presença. O artesão da terra também vai mostrar peças feitas na almofada de bilro, crivo, cestaria e olaria.

O folclore estará representado por um grupo do Sambaqui que sabe tudo sobre pau-de-fita. Também vão mostrar seus trabalhos os artistas plásticos da região, que são tão numorosos quanto os estilos que abraçaram. Vai desde o naif (ingênuo) retratando a cultura ilhôa, até o contemporâneo. A fundação disponibilizou cavaletes, telas, tintas e pincéis pra quem quiser mostrar, ao vivo, sua arte. E tudo na faixa.

  •  

Deixe uma Resposta