• Postado por Tiago

Os animais, recolhidos da rua, agora não têm pra onde ir

A ambientalista Tânia Yara Perotto tá quebrando a cabeça para achar alguém que adote um de seus 30 gatos e 15 cachorros. Ela recebeu uma intima da dona justa para abandonar o local onde mora, no Morro dos Anjos, no centro de Porto Belo, e tem até o final desta semana para achar um novo lar pra bicharada. A ambientalista mora há 20 anos no local. Durante esse tempo, foi recolhendo cadelos e bichanos de rua ou adotando os animais que o povão abandonou perto da sua baia. Yara tem até sexta-feira para abandonar a área, que é considerada de preservação permanente. Ela tenta, através de um amigo advogado, ampliar sem muito sucesso o prazo de desocupação do espaço. ?Eu não quero que tenham pena de mim, mas sim que vejam que eu não posso devolvê-los [os animais] pras ruas?, afirma a ambientalista, que diz esperar compaixão dos representantes do judiciário.

Porto Belo não tem canil público

Lea Martins, diretora da vigilância Sanitária de Porto Belo, informou que a prefa não tem um canil ou qualquer outro lugar pra deixar os animais abandonados. Ela disse que há um projeto da atual administração pra construir um canil na city, mas admite que a ideia deve demorar pra sair do papel ainda.

Como adotar os bichos

Se você ficou de coração amolecido e quer adotar um dos animais que Yara cuida, basta ligar pra ambientalista e combinar como vai pegar o gato ou o cachorro. O telefone pra contato é (47) 9957-6254.

  •  

Deixe uma Resposta