• Postado por Tiago

Nesta sexta-feira vai ser realizado o primeiro cursinho para os vendedores ambulantes que pretendem trampar nas praias dengo-dengos nesta temporada. O curso é obrigatório e digrátis. Mas para poder trampar numa buena, os ambulantes vão ter que retirar um alvará na prefa. A ideia da secretaria de Turismo é adequar o ambulante pra atender melhor a turistada e regularizar os vendedores que batem de frente com os comércios fixos da região, evitando a concorrência desleal.

Segundo o secretário de Turismo, João Carlos Rebello, todas as pessoas que pretendem vender produtos na praia, como picolé, sucos, bijouterias e demais cacarecos, vão ter que procurar a secretaria para retirar o alvará. O valor do papéli ainda não foi estipulado, mas deve ter um valor conforme o produto que será vendido.

“Comidas como milho e lanches estarão proibidas. O ambulante, na hora do cadastramento, já terá que avisar qual produto vai vender, e ali será informado se pode ou não. Se não, terá que escolher vender outra coisa”, avisa o secretário.

  •  

Deixe uma Resposta