• Postado por Tiago

Um trote provocou uma baita correria no Tribunal de Justiça e no fórum da Santa & Bela, no centro de Floripa, ontem à tarde. Um telefonema suspeito avisou que uma bomba e uma granada teriam sido deixadas nos prédios e mandariam tudo pelos ares em duas horas. A ligação veio de um orelhão, na divisa entre Balneário Camboriú e Itajaí. Agora, a tarefa da polícia será identificar quem foi o responsável pela malandragem.

A confusão começou por volta das 14h30, quando a mocinha que trampa na recepção do TJ recebeu um telefonema de arrepiar. No outro lado da linha, uma voz de homem disse que uma bomba tava dando sopa pelo tribunal e uma granada tinha sido deixada no fórum, que funciona no prédio ao lado.

Apavorada, a guria avisou os meganhas da Casa Militar, que, por via das dúvidas, resolveram esvaziar os prédios pra procurar os explosivos. “As pessoas foram avisadas de que deveriam se retirar, dos andares mais altos pros mais baixos”, disse o assessor de comunicação do TJ, Ângelo Medeiros.

Apesar de não terem certeza do que se tratava, 1500 pessoas, entre barnabés, juízes e desembargadores, vazaram desembestados. Foi a vez dos homis do batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da puliça Militar entrarem nos prédios, à cata da bomba e da granada.

Os milicos fizeram uma baita varredura em salas, corredores e banheiros, mas não acharam nem sinal das danadas. “Como a bomba e a granada não foram encontradas, não foi necessário o deslocamento da perícia”, contou Ângelo. O trampo dos fardados demorou um bocado, então o pessoal achou melhor dar por encerrado o expediente. Eles só voltam a trampar hoje à tarde.

Uma equipe dos meganhas ficou com a responsa de descobrir de onde saiu o trote. Eles viram que se tratava de um telefone de prefixo 47. Era um orelhão, que tá instalado na divisa entre a Maravilha do Atlântico e Itajaí, provavelmente na região da praia dos Amores.

  •  

Deixe uma Resposta