• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-PÁGINA-SEIS-Luciano-Soares-da-Cunha-2

Bandido tava planejando meter assaltos na região, mas foi em cana

Tiras da depê regional de Balneário Camboriú mandaram pra trás das grades um malencarado que apavorava a região. O traste era fugitivo do cadeião de Palhoça, onde cumpria 20 anos de jaula por furtos e assaltos, e se gaba de ser amiguinho dos bandidões do primeiro comando da capital (PCC), que domina os presídios paulistas. Com a ficha mais suja que pau de galinheiro, ele admitiu ter metido sete facadas num aborrescente há duas semanas, em Cambu.

Os homisdalei chegaram a Luciano Soares da Cunha, 33 anos, quando investigavam a tentativa de assassinato do aborrescente Cristiano Ferreira, que foi furado à faca e por pouco não passou dessa pra uma melhor. Eles descobriram que o traste era o esfaqueador e que tinha uma renca de broncas nas costas.

Ontem, o mandachuva do setor de bizolhadas da depê, Pedro Bittencourt, deu de cara com o mequetrefe na rua Manoel Inácio Linhares, no centrão da capital da pedra. O tira lascou o teje preso, mas o traste não tava a fim de voltar pro xilindró e armou o maior barraco.

Outros puliças pintaram na área pra segurar Luciano, que berrava dizendo que faz parte do PCC e que não tem medo dos homisdalei. Mas os tiras não deram bola pro blablablá e mandaram o bandido divolta pro cadeião.

A puliça diz que Luciano tava planejando meter uns assaltos pelaí, e já andou aprontando poucas e boas na região. Quem reconhecer o mulambento por algum crime, pode entrar em contato com o pessoal da inteligência da delega regional.

  •  

Deixe uma Resposta