• Postado por Tiago

Seu Davi José Reichert, 92 anos, passou por maus bocados na noite de sexta-feira. O coitado vive acamado, não fala e mal consegue se mexer. Mesmo assin, conseguiu apagar um incêndio que ele mesmo começou. O velhinho deixou cair um cigarro na cama e acabou causando o acidente. Seu Davi, que mora em Luis Alves, sofreu queimaduras em várias partes do corpo e foi atendido pelos bombeiros.

Um irmão é quem cuida do idoso e não estava no quarto na hora do fogaréu. A família mora na estrada geral do Alto Máximo, perto do posto de saúde do bairro. A suspeita é que seu Davi pegou no sono e deixou cair o cigarro nos lençóis.

Quando os bombeiros chegaram no local o aposentado, mesmo queimado, já tinha apagado as chamas. Virou-se desesperadamente para um lado e para o outro pra conter o fogo. Isso lhe causou queimaduras de segundo e terceiro graus. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro do hospital de Luis Alves.

Sem Caminhão

Seu Davi não sabia, mas ainda bem que ele conseguiu apagar sozinho o fogo e não precisou da ajuda dos bombeiros. Isto porque, desde novembro os bombeiros militares estão sem o caminhão de combate a incêndios. O equipamento foi mandado pra Navega, que tava com o brutus quebrado e atende um maior número de ocorrências.

Os bombeiros até vão a Luis Alves, mas o problema é que leva uns 40 minutos pros vermelhinhos de Navega ou de Itajaí chegarem à Capital da Cachaça.

  •  

Deixe uma Resposta