• Postado por Tiago

p---acidente-criança-adolfo-konder.jpg-(1)

Criança chegou a ser socorrida pelos bombeiros, mas não resistiu

Um acidente na avenida Adolfo Konder, no bairro São Vicente, bem pertinho da ponte, em Itajaí, tirou a vida de Alisson Gilberto Linhares Santos, 11 anos. A tragédia rolou na manhã de ontem e envolveu quatro carangas. O garotinho caiu da garupa da moto do pai, G.L.S., 48, que se envolveu num acidente com mais duas carangas.

Um bruto que vinha na pista da direita não conseguiu frear a tempo e acertou o menino em cheio. Alisson chegou a ser levado com vida ao hospital Pequeno Anjo, mas não resistiu.

O acidente que envolveu quatro veículos e resultou na morte de Alisson começou com uma freada brusca de um Ka preto, que simandou do local, informaram as testemunhas. Por volta das 12h, a caranga vinha de boa pela avenida Adolfo Konder, uma das principais do São Viça, não percebeu a lombada e acabou freando em seco.

Com a manobra, o motora do Uno, placa INQ 8438 (Santa Maria/RS), dirigido por I.D.K.S., 32, também foi obrigado a parar de uma hora pra outra. O pai de Alisson, que pilotava logo atrás na cabrita, placa MBL 8438 (Itajaí), acabou acertando a traseira do Uno. Com o choque, Alisson foi jogado longe.

No acidente o bruto, placa LEZ 7234 (Bagé/RS), dirigido por J.O., 54, carregado com um contêiner, também não conseguiu frear, acertando o garoto que tava estirado no chão. O impacto foi tão forte que o anjinho machucou o crânio, braços e pernas, além de sofrer uma parada cardíaca, ainda na pista. Os vermelhinhos foram chamados a tempo de reanimar o menino, que foi levado com vida para o hospital Pequeno Anjo. Mas logo após dar entrada no hospital, o garoto não resistiu. O pai de Alisson nada sofreu. Na hora do acidente ele tava inconsolável, sentado no meio-fio da avenida.

Motora

Já na BR-101, um porradaço no quilômetro 101, ontem, por volta das 2h45, no Balneário Piçarras, tirou a vida do caminhoneiro Pedro João Santana, 67 anos.

O coitado perdeu a direção do bruto, placa MAD 2773 (Itapema), saiu da pista e capotou. O caminhoneiro era natural de Itapema e trampava na própria cidade. A Polícia Rodoviária Federal de Barra Velha acredita que a forte chuva da noite de domingo tenha ajudado a provocar o acidente. O corpo de Pedro foi levado para o Instituto Médico Legal do Itajaí e já foi liberado para a família.

  •  

Deixe uma Resposta