• Postado por Tiago

fOTO-DA-DROGA---PARA-USAR-NA-PÁGINA-CINCO-p---apreensacrack-navegantes.jpg-(2)

Em Navegantes polícia encontrou 15 pedras de crack com menor grávida

A casa caiu pra uma moçoila metida a traficante de Camboriú. Luciana Dutra, 18 anos, foi presa com 38 pedras de crack pertinho de um boteco da rua Bahia, no bairro Areias, na cidade do mármore. Os meganhas deram o atraque quando a guria tentava passar adiante a drogalhada, na noite de domingo.

Pelas 21h, uma baratinha em rondas viu Luciana entrar correndo num bar, em Camboriú. Como a moça é tão conhecida do mundo do tráfico como o Pelé é conhecido no futebol, os milicos não pensaram duas vezes e saíram atrás dela. A moçoila tava tentando entregar uma sacola pra um rapaz que tomava alguns tragos. O carinha, que não é burro, disse pra ela ficar esperta e assumir a bronca.

Os meganhas deram uma geral e encontraram as 38 pedras do capeta embaladinhas e prontas pra venda. Como a quantidade da drogalhada era muita, Luciana foi levada pra delegacia onde ganhou uma vaga pra passar o ano novo atrás das grades. A moçoila é velha conhecida dos homisdalei.

Quando era dimenor colecionava passagens pela venda de drogas, mas até então nunca tinha sido enjaulada por falta de vaga no Centro de Internamento Provisório (CIP) da região. Agora que é dimaior não conseguiu silivrar da bronca e terá que acertar as contas com a dona justa no xadrez.

Campo e Lavoura

A puliça Militar de Tijucas encontrou ontem de manhã uma plantação de marofa num sítio, no interior da city. Sete pezinhos da erva do capeta foram recolhidos pelos homis e levados pra delegacia. Como o canteiro tava uma buraqueira só, eles acreditam que a maior parte das plantinhas já tinha sido colhida. A puliça Civil agora vai tentar identificar quem era o responsável pela lavoura.

Os meganhas receberam a informação de que um espertinho tava usando as terras de um sítio que fica na Vila Matias, no bairro Oliveira pra cultivar erva que passarinho não come. Desconfiados, ontem os policiais resolveram dar uma passeada por aquelas bandas pra ver o que tava rolando.

Nem foi preciso procurar por muito tempo pros milicos acharem sete pezinhos de maconha, que já tavam bem crescidinhos, vivendo de sombra e água fresca. Pelo jeito, o dono da porcariada tinha feito um canteiro inteirinho de marofa. Ao redor dos pés encontrados pela puliça Militar tinha uma renca de buracos. Os fardados acreditam que ou o responsável pelas plantas já tinha colhido a maioria dos pés, ou desconfiou que estivesse na mira dos homis e resolveu silivrar das verdinhas.

Os pés de maconha foram levados pra delegacia. Os tiras vão investigar quem é que cuidava das plantas. O dono do sítio, um vovozinho de 68 anos que não teve o nome divulgado, deverá ser chamado pra um plá com os homisdalei.

Se ficar comprovado que o dono das plantinhas vendia a erva pros viciados pelaí, ele poderá até ser enquadrado por tráfico de drogas.

  •  

Deixe uma Resposta