• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-SETE-p--droga-porto-belo

Federais tavam na cola de trafica, preso com arma das Forças Armadas

Ainda rende pano pra manga a prisão de Alessandro Feltrin, 32 anos, que caiu com uma arma de uso exclusivo da polícia na quarta-feira, em Porto Belo. Depois de levá-lo em cana e confiscar o seu carango, policiais federais encontraram 110 quilos de maconha escondidos num apartamento do prédio onde o traste recebeu o teje preso.

A descoberta rolou depois que toda a burocracia da prisão de Alessandro já tinha rolado. Os policiais não se contiveram com a mixaria de 200 gramas de maconha apreendidos e resolveram voltar ao edifício de Alessandro. No apartamento onde o cara foi preso não encontraram nada, mas resolveram bater no apê vizinho.

Assim que meteram o pé na porta tiveram a surpresa. Encontraram uma montoeira de tabletes da erva do Bob Marley que juntos pesam 110 quilos. Pros policiais, o bagulho tinha sido retirado minutos antes do atraque do fundo falso de uma caminhonete Silverado, com placa de Imbituba.

Com a descoberta, a montoeira de porcariada foi levada pra delegacia da PF da capital da Santa & Bela e servirá pra aumentar a bronca contra Alessandro. Os tiras tentam descobrir agora quem é o cabeça do tráfico que pagou pro mula fazer o transporte da droga.

Relembre

Alessandro e dois companheiros foram detidos na tarde de quarta-feira por porte ilegal de arma e de droga. Tomaram um atraque dos federas num prédio de Porto Belo. No local os policiais encontraram vestígios de maconha na parte traseira de uma caminhonete Silverado e viram que o veículo tinha um fundo falso, colado com silicone.

Com o flagrante, entraram na casa do mula e acharam um revóver calibre 357, que é de uso exclusivo das Forças Armadas, 200 gramas de maconha e R$ 20 mil em dindim.

  •  

Deixe uma Resposta