• Postado por Tiago

Polícia suspeita que aposentado convidou assassino para entar

A manhã de ontem não deverá sair tão cedo da memória dos moradores do edifício chicoso Sunshine, na avenida Brasil, no centro do Balneário Camboriú. Um aposentado de 82 anos foi encontrado morto dentro do apê. Ele foi assassinado a marteladas e sufocado com uma toalha. Pra perícia, a vitima já estava morta há cerca de três dias. A polícia já tem um suspeito pro crime.

Günter Friedrich Burckhard foi encontrado caído em meio a uma poça de sangue, na sala do apartamento, ao lado da mesa de jantar. Ele estava com a calça baixa e tinha marcas de marteladas por todo o corpo. Ainda tava com uma meia na boca e com uma toalha em torno do pescoço. O criminoso bateu na vítima e depois a sufocou até a morte.

Todas as gavetas, armários e cômodas foram remexidas, atrás de joias, grana e outros objetos de valor. O mais estranho é que aparenta que ninguém tocou no armário onde estava o cofre da vítima, já que o local era o único arrumadinho da baia.

Foram recolhidas ainda duas taças que estavam em cima da mesa, cheias com vinho, o que indica que o assassino pode ter sido convidado por Günter a entrar na casa. A polícia já tem um suspeito pro assassinato, mas o delegado Eliomar Beber, não quis adiantar nada pra não melar as investigações. ?Por enquanto, tudo indica que foi latrocínio (roubo seguido de morte)?, declarou.

O que os puliças querem descobrir também é se o assassino, depois de fazer a desgraceira, trancou a porta com a chave da vítima ou se ele tinha cópia da chave do apê. O perito da polícia civil do Balneário esteve no local e recolheu uma pá de materiais. Como o crime tá estranho pacas, foi chamada uma equipe de Floripa e um técnico que recolhe impressões digitais pra coletar todas as evidências no local. Os laudos deverão sair em 30 dias.

O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) do Balneário onde passará por mais uma perícia. Pela primeira análise dos médicos, Günter estava morto há pelo menos 36 horas.

  •  

Deixe uma Resposta