• Postado por Tiago

Um traste acabou em cana na quarta-feira à noite em Biguaçu, na grande Floripa, depois de ter arrombado a fábrica de laticínios Papenborg, aquela da vaquinha azul, com a ajuda de dois comparsas. O mequetrefe foi pego pela puliça militar com a boca na botija, quando já tinha até arrastado um baita cofre pra perto da porta da empresa. Seus parceiros no crime siscafederam e não foram encontrados pelos milicos.

A vizinhança da empresa, que fica na avenida Papenborg, no bairro Areias, pertinho da entrada pra Armação da Piedade, percebeu que o Fiat Uno, placa MDF-3526 (Floripa), tava parado ao lado da fábrica há tempão, e desconfiaram da treta. Eles avisaram os meganhas, que não demoraram a pintar no local.

Com a chegada dos puliças, dois mulambentos pularam do carro mais rápido que pulga de vira-lata e se embrenharam num matagal. Já João Paulo Borges França, 26 anos, que era mais lerdinho e não conseguiu siscapulir, ganhou um guenta dos fardados. Dentro da caranga do tanso foi encontrado um pé-de-cabra.

Enquanto uma turma de policiais corria atrás dos dois malencarados que se enfiaram no matinho, outra entrou na empresa pra ver se os coisas-ruins já tinham aprontado alguma. Os milicos deram de cara com a porta dos fundos arrombada, e um baita cofre que ficava no escritório tinha sido arrastado até a entrada. Pelo jeito, os bandidos já tinham feito metade do serviço e tavam prontos pra arrebentar a caixinha onde fica mocosado o dindim.

João, que já tem a ficha mais suja que pau de galinheiro por conta de sua mão-grande, ganhou o teje preso e foi levado pra delegacia. Seu possante foi recolhido pro pátio da depê. Os fardados passaram boa parte da madruga tentado encontrar os dois comparsas do cara, mas não acharam nem sinal dos safados.

  •  

Deixe uma Resposta