• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-PÁGINA-CINCO---ABRE----p---assaltantes-de-itapema-preso-em-itajaí-(2)

Malacos abandonaram carro usado na fuga ao chegar em Itajaí

As polícias civil e militar de Itapema e Itajaí estão atrás de um trio de assaltantes que apavorou o litoral catarinense na madrugada de ontem. Os bandidos tentaram arrombar os caixa eletrônicos da agência do Itaú, na avenida Nereu Ramos, em Itapema, e fugiram pra Itajaí. Os safados foram interceptados na BR-101, no São Vicente, mas conseguiram escapar do cerco policial, depois de trocar tiros com os meganhas. A polícia usou até um helicóptero para tentar encontrar os bandidos, mas os mequetrefes foram mais rápidos e desapareceram.

A confusão começou em Itapema, quando os safados tentaram rapar o dinheiro dos caixas do banco. O trio deitou o cabelo assim que percebeu a chegada dos meganhas. Os bandidos fugiram no Astra cinza, placa MDC 1097 (Massaranduba), pela BR-101, em direção ao norte do estado. A caranga tava com a placa IKA 9642 (Camboriú), que a polícia descobriu que era falsa.

Os meganhas peixeiros receberam a informação de que os bandidos tavam fugindo em direção a Itajaí e montaram uma barreira no trevo do entroncamento com a avenida Adolfo Konder. O trio furou a barreira policial, abandonou a caranga e fugiu a pé. Durante a fuga, os malacos ainda mandaram bala em direção aos milicos. Os bandidos conseguiram despistar a polícia ao chegar a um matagal próximo a colônia japonesa e não foram mais encontrados.

Os meganhas ficaram de plantão perto do matagal até o dia amanhecer. Nem o helicóptero Águia da polícia militar fez com que os meganhas tivessem sucesso nas buscas aos bandidos. A caranga abandonada tinha sido furtada em Massaranduba. Dentro do veículo foram encontradas seis toucas ninjas, duas máscaras de gás contra fumaça, um botijão de gás, dois rádios comunicadores, um carregador com 19 munições intactas, duas bolsas, um pé-de-cabra e uma ferramenta. O material e o carro foram enviados para a 2ª depê peixeira para auxiliar nas investigações.

  •  

Deixe uma Resposta