• Postado por Tiago

Qualquer trabalhador autônomo que tenha renda de até R$ 36 mil por ano pode virar microempreendedor individual. De manicure e jardineiro a artesão e borracheiro. Basta ser dono do próprio nariz. A grande vantagem, é que passa a ser reconhecido legalmente e pode fechar negócios com outras empresas, sem correr o risco de levar uma rapa da fiscalização.

Além disso, o microeemprededor individual também vira segurado da Previdência Social, com direito a aposentadoria, auxílio-doença e o escambau. Também pode contratar até um empregado sem receber no lombo todos os custos da mão-de-obra que um empresário comum tem.

Isenção de taxas bancárias e empréstimos a juros mais baixos que rabo de sapo também são outros arregos previstos na lei que criou a figura do microempreendedor individual e passou a valer desde 1º de julho.

  •  

Deixe uma Resposta