• Postado por Tiago

Os meganhas deram um tirombaço num sujeito acusado de meter um assalto a uma residência. O carinha foi abordado no bairro Morretes, fugiu por quatro bairros, andou na contramão, bateu numa baratinha e até trocou tiros com os milicos. Mesmo com toda a artimanha, foi preso. Junto com ele, caiu também uma mulé que já tá no xilindró.

Pelas 20h30 de domingo, três caras armados invadiram uma residência da rua 272, no centro de Itapema e anunciaram o assalto. Renderam uma família e roubaram R$ 1800 em grana, joias e uma sacola cheia de roupas. Antes de ir embora, um pilantra ainda mandou um balaço na parede, perto de onde as vítimas estavam. Testemunhas ligaram pros fardados e contaram que a trupe simandou no Gol preto, placa MBK 5052 (Itapema).

Com as características do carro, tiras de Itapema e Porto Belo passaram a fazer rondas pela região. Encontraram o carango suspeito uma hora depois no bairro Morretes. Os policiais deram ordem de parada, mas o motorista não teria acatado simandando em direção ao bairro Meia Praia. Foi nesse momento que começou uma perseguição de cinema.

O sem-noção pegou a BR-101, foi em direção ao centro da city, andou na contramão em algumas ruas, subiu na calçada e passou até por cima de placa de trânsito. Quando chegou à rua 109, no centro, uma baratinha conseguiu fechar o apressadinho. Pelas informações repassadas pelos meganhas, vendo que não tinha como fugir, o motora sacou um trabuco e mandou uns tiros contra os policiais, que reagiram à bala.

Pra fugir da troca de tiros, o homem arrancou o veículo e siscapuliu em direção ao bairro Casa Branca. Ao passar pela marginal Leste, o Gol bateu contra o Polo, placa AKS 9022 (Itapema), que tava estacionado. Mesmo com o porradaço, seguiu em frente, em alta velocidade. Não demorou muito, outra baratinha bloqueou a passagem do sujeito.

Encurralado, ele bateu no possante da PM e rodou por mais algumas ruas. Mesmo detonada, a viatura foi atrás do suspeito e bateu novamente contra ele. O golzinho que já tava estropiado e com os pneus furados parou e Anderson Janúncio, 23 anos, recebeu o teje preso.

O rapaz tava com um pipoco cravado na perna esquerda e mal conseguia se mexer. Como tava ferido, foi levado ao hospital Santa Inês, em Balneário Camboriú. Ele não corre risco de morte, recebeu tratamento médico e ficará algemado à cama do hospital, com escolta, até ganhar alta.

Junto com ele foi detida Carlise Capelezzo Wentz, 24, que tava no banco do carona. A mulher carregava as joias roubadas e R$ 1320. Com as evidências, a moçoila não teve nem o que choramingar e foi parar atrás das grades.

Algumas das vítimas reconheceram Anderson como sendo o assaltante. Pra piorar, um revólver calibre 38 foi encontrado embaixo do carro, quando o guincho passou no local pra rebocar o carango. A polícia acredita que o rapaz tenha silivrado da arma no momento da abordagem. Ele já foi condenado por tráfico de drogas e já amargou alguns anos atrás das grades e agora terá que voltar pro xadrez.

  •  

Deixe uma Resposta