• Postado por Tiago

p---assalto-motel.jpg-(5)

Ba ndido levou três tiros e morreu na hora

O que era para ser uma noite de prazer, acabou se transformando em momentos de terror para um casal de Navegantes. Os namorados foram rendidos na saída de um motel, levados até outro motel em Balneário Piçarras e roubados. Ao entrar no motel, a atendente desconfiou que tava rolando um assalto e chamou a polícia Militar. Uma perseguição teve início e só terminou quando um dos assaltantes foi peneirado.

O casal O.F.J., e J.J.C., ambos de 19 anos, foram dar uma furunfada no motel Play Time, na madrugada de sábado, após o show do Victor & Léo, mas só vão guardar más recordações deste noite. Primeiro entraram no local, que fica às margens da BR-470, e logo desistiram da noitada porque acharam o preço alto demais. Na saída, dois bandidos renderam o casal, que tava a bordo do Astra, placa BSC 0470 (Penha). Os malencarados os mandaram seguir até o motel Achei, na SC-414, em Piçarras.

Na recepção, a recepcionista do Achei ficou encucada com a moça, que tava no carro com os três caras. Ela parecia muito nervosa e a atendente resolver ligar pra PM, dizendo que suspeitava que o motel seria assaltado. Uma baratinha voou pro local e encontrou o Astra saindo. Os milicos mandaram o carro parar e o bandido, sabendo que ia se ferrar, enfiou o pé no acelerador.

A perseguição rolou até o trevo de acesso à BR-101, quando os meganhas acertaram um tiro no pneu da caranga. A dupla sinfiou no mato, enquanto as vítimas ficaram no carro. Nesse meio tempo, a PM de Piçarras já tinha pedido apoio ao Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Itajaí.

O PPT entrou no matagal e achou um dos bandidos. O traste fez menção de puxar uma arma e o soldado peixeiro meteu três tirombaços nele. Os tiros acertaram pescoço, barriga e perna do assaltante. O bandido, que até agora não foi identificado, morreu na hora. Os milicos encontraram com ele um revólver com uma munição usada.

O corpo do bandido morto foi levado pro instituto Médico Legal (IML) peixeiro, onde aguarda reconhecimento da família. Ele era negro e tinha cerca de 1,85 metros de altura. Já as vítimas registrar um boletim de ocorrência do perrengue na depê de Piçarras.

As buscas pra localizar o outro marginal continuaram até a manhã de sábado, mas ele não foi achado. O casal contou que ele era moreno e tava usando bermuda e moletom pretos.

  •  

Deixe uma Resposta