• Postado por Tiago

Maria Bernadete Santana, 53 anos, não esquecerá tão cedo a última vez que viu o seu pai com vida. A coitada encontrou João Batista Vicente, 78, caído dentro de uma poça de sangue em sua baia na rua Dom Jaime de Barros Câmara, no São Vicente, em Itajaí. João foi atacado por bandidos, que roubaram trecos da casa e o deixaram com um corte feioso na cabeça. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu horas depois no hospital Marieta Konder Bornhausen.

Maria encontrou o corpo por volta das 14h30. Ela foi visitar o véinho, deu de cara com sangue nas escadas e em seguida encontrou o pai ensanguentado no chão. Após acertar o véinho com várias pauladas na cabeça, os bandidos reviraram a casa e surrupiaram panelas, eletrônicos e outros objetos de pouco valor.

A filha chamou o Samu, que socorreu o coitado e o levou pro hospital Marieta. Ele ficou internado até às 17h, quando morreu por causa do porradaço que levou. O corpo foi levado pro Instituto Médico Legal (IML) e depois liberado pra família.

A perícia da polícia civil pintou na casa durante a tarde e, como o sangue já tava seco, acredita que o crime tenha rolado durante a madrugada. O perito constatou que a porta da casa tava arrombada e a baia toda bagunçada. Também foi feito o levantamento dos trecos roubados. Como os bagulhos que sumiram eram de pouco valor, os tiras suspeitam que os trastes roubaram pra trocar por drogas.

Filho viciado

João tinha oito filhos e os tiras investigam se houve envolvimento de algum deles no assassinato. Vizinhos contaram aos milicos que um dos oito irmãos, que tem cerca de 50 anos, é viciado em drogas e volta e meia aparecia na casa acompanhado de uma turma da pesada. O caso tá sendo investigado pela segunda depê peixeira.

  •  

Deixe uma Resposta