• Postado por Tiago

Terminaram os dias de liberdade pra Elisaldo da Silva, 23 anos. Em julho de 2009, ele mandou um desafeto pro além na estrada geral dos Macacos, em Camboriú. O motivo da desavença foi ciumeira por conta de um rabo de saia.

O crime rolou no dia 26 de julho. Volnir José da Silva, 36, tomava uns goles no boteco Nezo, com uma turma, quando Elisaldo, que tava de butuca, entrou no banheiro do bar como quem não queria nada e saiu com um berro na mão. Ele disparou um tirombaço no pescoço de Volnir e simandou. A polícia descobriu que a briga dos dois era por causa de uma muié.

Esta semana, a dona justa mandou que Elisaldo fosse preso. Os tiras o encontraram numa loja de móveis da avenida Santa Catarina, onde ele tava trampando. O assassino estranhou a chegada da polícia, e chegou a dizer que tinha certeza de que ficaria impune. Ele ganhou pulseirinhas de aço e foi levado pra ver o sol nascer quadrado.

  •  

Deixe uma Resposta