• Postado por Tiago

A polícia de Florianópolis foi chamada no fim de semana pra recolher dois homens assassinados no sul da ilha e na via expressa. O primeiro corpo foi resgatado na manhã de sábado, numa vala na marginal da Via Expressa (BR-282), em Florianópolis. O segundo foi encontrado na estrada estadual Francisco Thomás dos Santos, em Sertão do Ribeirão, no sul da ilha, por volta das 13h de ontem.

Em cova rasa

Às 7h30 de sábado, populares alertaram a quarta depê sobre um corpo jogado numa vala, próximo à Vila Aparecida, no continente. Os policiais foram ao local e encontraram um rastro de sangue na rua Firmino Costa, próximo à rodovia marginal, e o corpo todo furado de faca.

O IML foi acionado e o corpo foi retirado da vala pelos bombeiros. Pessoas que tavam no local reconheceram a vítima: era Marcelo Murilo Elias Pereira, 31 anos, morador daquela comunidade. A polícia ainda tá à cata do assassino, mas admite que não tem pistas do criminoso.

Enrolado num cobertor

No domingo, populares encontraram um corpo enterrado no Sertão do Ribeirão. O povão achou estranho a terra remexida num terreno baldio e resolver bisbilhotar. O corpo tava enrolado num cobertor e a cabeça num plástico.

Os bombeiros acreditam que o cadáver tava enterrado há três dias. O Sertão do Ribeirão da Ilha é o mesmo local onde a produtora cultural Deborah Gaylord Gentil, 52, foi encontrada morta, em 13 de abril.

A polícia também não tem pistas que possam levar ao assassino.

  •  

Deixe uma Resposta