• Postado por Tiago

O atacante Jobson, de 21 anos, foi suspenso por dois anos por uso de cocaína – ele foi flagrado em exames antidoping nos dias 8 de novembro e 6 de dezembro. Em seu depoimento, afirmou que se confundiu e que, na verdade, fumou crack e nao cheirou o pó. O julgamento foi realizado pela segunda comissão disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na noite de ontem, com base no código da agência mundial de antidopagem.

Julgado em dois processos, Jobson acabou contando com a boa vontade dos auditores, que não viram no atleta um caso perdido, mas sim um jovem de talento que precisa de ajuda.

Apesar do alívio geral, uma vez que Jobson poderá voltar a jogar futebol, o advogado do jogador, Carlos Portinho, não se mostrou satisfeito com o resultado. Segundo ele, o caso deveria ter sido encarado com mais carinho por se tratar de uma pessoa que precisa de ajuda.

  •  

Deixe uma Resposta