• Postado por Tiago

Acabaram os dias de farra pra um desalmado que tentou mandar pro além um desafeto com um tirombaço no rosto, no bairro Monstro Alegre, em Camboriú. O atirador, Tiago Adriano da Silva, 18 anos, faz parte do bando do dimenor Jeanzinho e chegou a ir em cana com o resto da quadrilha no mês de maio, mas já tava livre, leve e solto, aprontando das suas.

A desgraceira rolou na noite de 25 de abril. Paulinho Pytlak, 32, fazia um gato na fiação elétrica de sua baia, na rua Monte Bonette, dependurado no telhado, quando Tiago passou por ali e o ameaçou com um trabuco. Desconfiado de que tava jurado de morte, ele terminou o servicinho sujo que tava fazendo e deitou o cabelo, pra tentar siscapar do desafeto.

Ele não teve nem tempo de ir muito longe. Tiago pintou na área dinovo, desta vez na garupa de um motoqueiro, e mandou-lhe um balaço no rosto.

O tiro acertou a bochecha de Paulinho e saiu no pescoço. O cara foi socorrido pelos vermelhinhos e levado pro hospital Santa Inês. Ele teve mais sorte que juízo e, por incrível que pareça, conseguiu sissafar da bronca vivinho da silva.

A caça ao pistoleiro terminou na quinta-feira à noite. Os homisdalei descobriram que Tiago tava de bobeira em sua casa, na rua Monte Branco, no Monstro Alegre, e resolveram pintar por ali pra lascar-lhe o teje preso. O cara não resistiu à prisão e foi levado à depê da terra do mármore. Depois de um plá com o delegado, ganhou uma carona de baratinha até o presídio de Balneário Camboriú, onde deverá curtir uma bela temporada.

  •  

Deixe uma Resposta