• Postado por Tiago

Numa final brazuca, Eder Luciano derrotou o phodão Guilherme Tâmega

INTERNA-ABRE-PAG-14---s---catarinense-eder-luciano-bodyboard---divulgação

Uma das maiores revelações do moribug brasileiro, o catarinense Eder Luciano tem tudo pra figurar entre os melhores do planeta daqui pra frente. Neste domingo, em Viana do Castelo, Portugal, ele surpreendeu e conquistou o título da sexta etapa do circuito mundial de bodyboard. Na decisão, o atleta de Itapema derrotou outro brazuca, o phodão Guilherme Tâmega, seis vezes campeão mundial. Quem também fez bonito foi Luis Villar, de Balneário Camboriú, que avançou às semifinais e fechou a competição em terceiro lugar.

A tarefa de Eder pra chegar ao título não foi nada fácil. Nas semifinais, um duelo de gerações contra o havaiano Mike Stewart, de 45 anos, considerado o maior atleta de todos os tempos no moribug, dono de nove títulos mundiais. Em ondas bem meia-boca, prevaleceu a condição física e a explosão muscular do catarinense, que disparou na frente com notas 7,50 e 5,65. Mike fez 6,0 pontos em uma onda muito valorizada pelos juízes, mas não o suficiente pra avançar, pra alegria do carinha de Itapema.

Na outra semifinal, Tâmega e Villar fizeram uma disputa já tradicional em competições internacionais. O atleta da Maravilha do Atlântico se esforço ao máximo, mas prevaleceu a experiência do carioca, que assumiu a liderança no meio da bateria pra não perder mais e se garantir na final.

A decisão em águas portuguesas foi pra lá de emocionante e o atleta de Itapema venceu de virada. Tâmega saiu na frente, com velocidade e eficiência, somando 4,75 e 6,50 pontos logo no início da bateria. Mas Eder, o furacão catarina, não tava pra brincadeira e começou sua participação com duas boas pontuações 5,65 e 7,60 pontos, virando o placar. O barriga-verde ainda somou um 6,15 pontos pra selar sua vitória e garantir o seu primeiro título no circuito mundial. Eder, que somou 1000 pontos e levou pra casa quatro mil dólares, também teve a melhor onda, um 9,25 nas quartas-de-final.

A sétima etapa também rola em Portugal, mas será na praia de Sopelana.

  •  

Deixe uma Resposta