• Postado por Tiago

Placona amanheceu no Monte Alegre, região que tem mais problemas na cidade

O professor Juarez Rezende Araújo, 49 anos, não gostou nadinha de ver um baita autidór que joga confetes na prefeita Luzia Coppi Mathias (PSDB), colocado na rua Monte Agulhas Negras, a principal do Monte Alegre. Ele mora por ali e acha uma pouca duma vergonha a baita placa ser instalada justo num bairro que tem tantos problemas. ?É só olhar pro Monte Alegre pra ver que não tem nada pra comemorar aqui?, lascou.

O outdoor, que tá bem à vista pra quem passa pelo bairro, não tem nenhuma menção à empresa que o produziu e é assinado por ?amigos de Camboriú?. Juarez acha que quem teve a ideia de instalar a placona ali foi infeliz. ?As ruas (do Monte Alegre), em sua grande maioria, são valetas abertas com sérios problemas de erosão. Saneamento básico é uma ilusão. O posto de saúde vive lotado e tem que esperar pra agendamento e corre o risco de ser atendido só no dia do juízo final?, carca o professor, injuriado.

Ele aproveita que a homenagem é pelo dia do prefeito, seis de outubro, e alfineta a prefeita loirosa. ?Resta perguntar ao poder público se algum dia teremos o dia do contribuinte ou o dia do cidadão que mora no Monte Alegre?, cutucou.

Não sabe de quem é

A prefeita Luzia disse que o autidór foi uma surpresa e garante que não sabe quem mandou fazer a homenagem. ?São amigos do Monte Alegre. Eu não teria a indelicadeza de perguntar quem foi que fez?, alegou.

O vereador Claudinei Loos (PMDB), que é líder da oposição na câmara, ficou em cima do muro e não soube dizer se concorda ou não com a babação de ovo. ?Não conheço a parte jurídica pra dizer se podia ou não ser colocado. Mas quem tá incomodado com isso devia procurar os meios judiciais?, soltou, completando: ?A prefeitura não consegue, com a arrecadação que tem, dar conta de tudo. Cada prefeito tem sua prioridade?.

  •  

Deixe uma Resposta