• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-23---s---avai---atacante-william-foto-rubens-flores-25ago09

Atacante William vai ficar de molho por 10 dias

Os jogadores do Avaí voltaram a treinar ontem à tarde, após massacrar o Flamengo e chegar ao quarto lugar no Brasileirão. A reapresentação rolou em clima descontraído. O único que apresentava a testa franzida era o técnico Silas, que terá desfalques pro jogo de sábado contra o Coritiba, na capital paranaense.

Na manhã de terça, o atacante William fez uma ressonância magnética que comprovou um edema na coxa que o afastará dos jogos por pelo menos 10 dias. Além da partida contra o Coritiba, William não deve atuar contra o Internacional, jogo que rola no dia 6 de setembro, na Ressacada. ?Poderia ser uma lesão mais séria que levaria um tempo maior para ele voltar a atuar?, conta o médico do Avaí, Luiz Fernando Funchal.

Outro atleta que deve ficar fora no sábado é o atacante e agora lateral-direito Luis Ricardo. Ele apresenta fadiga muscular e o medo do departamento médico é de que isso possa virar uma lesão. O zagueiro Rafael foi poupado dos trabalhos de ontem e não vai treinar com os demais jogadores avaianos hoje. Ele também sente cansaço muscular e será poupado. ?Conversei com o Silas sobre estes jogadores com dores musculares. Vamos avaliá-los durante a semana, mas acredito que o Luis Ricardo deva ficar de resguardo?, reforça o médico.

Pra aumentar a dor de cabeça de Silas, o zagueiro Émerson também não joga sábado. Ele terá que cumprir gancho pelo terceiro cartão amarelo. O atleta é outro que sente fadiga muscular e vai aproveitar o período pra recuperação.

Arqueiro

O goleiro Eduardo Martini é o único que atuou em todos os 21 jogos disputados pelo Avaí no Brasileirão. Nas últimas 11 partidas, o Avaí tem a defesa menos vazada da competição. ?O segredo é que todo mundo defende e todo mundo ataca. O William hoje tá com edema na coxa porque não para de correr atrás da bola. Ele foi tentar disputar uma bola que eu bati e acabou se machucando no jogo contra o Flamengo?, conta o arqueiro.

Pra Martini, o bom momento do clube ainda não subiu à cabeça dos jogadores. ?Os resultados não vieram individualmente. Vieram da união de um grupo que está buscando a valorização em cenário nacional. Estamos trabalhando cada jogo de uma vez, pensando somente em cada passo a ser dado?, relata o Martini.

Sobre o comentário do técnico Silas de que Dunga poderia olhar com mais carinho pro Avaí, o goleirão diz que chegar à seleção é um sonho pra todos. ?Vamos trabalhar pra quem sabe um dia o Avaí ter um jogador sendo chamado para a seleção?, encerra.

  •  

Deixe uma Resposta