• Postado por Tiago

INTERNA_12_abre_carro-codetran-usado-fora-do-horário_foto-leitora-(1)

O carango é zero bala e ainda nem foi usado oficialmente pelo órgão público

A foto ao lado foi clicada pela leitora Fernanda Cabral. Ela conta que um carro da Codetran tá todo santo dia estacionado na frente da casa número 333 da rua Padre Paulo Condla, no São Vicente, em Itajaí, sempre na hora do almoço. O DIARINHO descobriu que o carango de ontem é zero quilômetro e ainda nem foi usado oficialmente pelo órgão.

Fernanda afirma que o bagrão Peterdione Manerich, diretor da cordenadoria de trânsito (Codetran) da prefa, mora no local e usa o carango público pra fins particulares. A foto foi tirada ontem, perto das 13h. ?Mas ele vai almoçar em casa todos os dias com algum carro da prefeitura, utilizando combustível que é pago com dinheiro público?, lascou.

O tal carro, um SpaceFox, tá novinho em folha e o diretor já anda passeando por aí. ?É uma vergonha o que tá acontecendo. O servidor responde processo na justiça e ainda usa o carro do órgão pra coisas particulares?, detonou a leitora.

Sisplicando

José Alvercino Ferreira, chefão da Codetran, disse ao DIARINHO que o tal carro da foto sequer tá em uso pelos agentes da Codetran e ainda vai ser entregue oficialmente na próxima segunda-feira, junto com outros possantes comprados pela prefa.

O chefão da Codetran diz que conversou com Peterdione sobre o suposto abuso e ele teria se desculpado dizendo que foi buscar o carro zero bala na concessionária e aproveitou pra dar uma passadinha em casa e encher o bucho, já que era horário de almoço.

Zé admitiu que Peterdione usa outros carros da repartição pra ir em casa rangar. ?Ele trabalha em regime de plantão e tem só meia hora de almoço. Como o carro fica à disposição da secretaria, ele vai atender alguma ocorrência e aproveita pra ir em casa almoçar?, justificou.

Encrenca

Há duas semanas, Peterdione foi denunciado pelo ministério público por estelionato.

Ele teria se aproveitado do benefício que ganhava da prefa por cursar a faculdade de psicologia da Univali e superfaturava o valor da mensalidade pra receber mais grana, já que o governo se compromete a pagar 50% da mensalidade do servidor que cursa o nível superior.

  •  

Deixe uma Resposta