• Postado por Tiago

Um coturno e um cinto todo equipado dos meganhas foi encontrado dentro de uma casa apontada pelos tiras como sendo uma boca de fumo do bairro Cedros, em Camboriú. Os milicos baixaram na baia pelas 19h de segunda-feira pra verificar denúncia de tráfico de drogas e deram de cara com os bagulhos. O sapatão tinha o brasão da PM e o cinto achado é daqueles completos, com espaço pra guardar a arma, algema, carregador, munição e mais uns trocentos compartimentos.

Também tava guardado dentro da casa um pote com vestígios de crack e uma mixaria de maconha.

O atraque rolou depois que uma baratinha em rondas pela rua Leandro Bertoldi resolveu encostar ao lado da casa suspeita. Só de farejar que os policiais tavam por ali, dois caras siviraram em pernas e fugiram correndo. Vendo que eles só podiam estar aprontando alguma coisa, os fardados ainda correram atrás da dupla, mas não conseguiram alcançar.

Como o dono da baiuca não foi localizado, a bagulhada foi recolhida e levada pro batalhão. Os fardados trampam agora pra tentar descobrir como os malacos conseguiram as peças da PM. Eles pretendem levantar também se algum meganha foi furtado nos últimos dias ou se as peças pertencem a algum policial de outro município.

Os bocudos de plantão contaram que aquela baia é usada como ponto de venda e uso de drogas e local pra troca de bagulhos furtados. Na noite anterior ao atraque, dois homens foram vistos com uma centrífuga surrupiada, que levaram até o antro pra trocar por drogalhada.

Itajaí

Um trio de bandidinhos foi preso na tarde de ontem com 38 pedras de crack no bairro Nossa Senhora das Graças, o Matadouro, em Itajaí. Débora de Araújo, Aíton Olímpio e o dimenor J.I.S., 15 anos, caíram por volta das 16h quando uma baratinha fazia rondas na região.

Os milicos desconfiaram das fuças dos malacos e deram um atraque certeiro, encontrando mocosada uma pá de pedras do demo. Os meganhas mandaram todo mundo pra primeira depê, onde os traficas bateram um papo com o delegado. Os adultos foram levados pro cadeião peixeiro, enquanto o minitrafica foi entregue ao conselho tutelar.

  •  

Deixe uma Resposta