• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre-esquerda_municao-de-exercito-.50---foto-felipe-vt-00-(6)

As balas são do tipo traçante, que deixam um rastro por onde passam, e são usadas em fuzis ou metralhadoras

Um caso pra lá de estranho rolou em Itajaí. Um reciclador, que trampa num lixão da localidade de Campeche, zona rural de Itajaí, encontrou durante o trabalho duas baitas munições intactas. As balas surpreenderam o trabalhador pelo tamanho e deixaram a polícia militar dicara pela potência das armas a que pertencem: fuzis que deveriam ser de uso exclusivo das forças armadas e que podem derrubar um helicóptero.

O reciclador encontrou as munições entre a lixarada e as guardou por curiosidade. Dias depois, entregou a um amigo, que mora no bairro Fazenda. O camarada do reciclador tá encagaçado e preferiu não se expor, mas garantiu que vai procurar a polícia militar durante a semana pra entregar os balaços.

A coisa é grande

As duas munições intactas encontradas no lixão do Campeche tinham no fundo a sigla ?C.B.C.?, que significa Companhia Brasileira de Cartuchos, fábrica de armamentos no Brasil. O balaço maior, com aproximadamente 15 centímetros, tinha a numeração ?.50?.

Numa rápida pesquisa na internet, o DIARINHO descobriu que o negócio é grande. No saite da C.B.C. diz que as balas são usadas em metralhadores ou fuzis e têm potência suficiente pra derrubar uma aeronave. Como têm a ponta da bala pintada em vermelho, essas são munições traçantes, ou seja, deixam um rastro por onde passam, que é pro atirador saber se atingiram o alvo.

O poder de fogo da arma que utiliza o balaço foi confirmado pelo tenente Luiz Carlos Cruz dos Santos, chefão de comunicação da polícia Militar de Itajaí. ?Aquele caso que aconteceu recentemente no Rio Janeiro, em que um helicóptero foi atingido, pode ter sido por uma munição dessa potência?, explicou.

O tenente disse que nunca ouviu falar de bandidos aqui da região que tivessem um armamento tão pesado pra usar balas como essas. ?As munições ?.50? são as últimas em potência pra arma portátil. Depois disso, já é canhão?, afirma o oficial da PM. O policial completou dizendo que os balaços reforçados são de uso exclusivo do Exército, Marinha e Aeronáutica.

  •  

Deixe uma Resposta