• Postado por Tiago

O balconista Claudinei Sampaio Pereira, 34 anos, não conseguiu mais lutar pela vida na tarde de segunda-feira. O rapaz levou um balaço na cabeça há uma semana e desde então estava internado no hospital Santa Inês, mas não guentou o tranco. O assassino já está enjaulado.

Desde que foi internado no dia 9, Claudinei tava em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele foi operado, mas não apresentou melhora em nenhum momento. Pelas 16h30 de segunda-feira, partiu pra terra dos pés juntos. O corpo passou por perícia do Instituto Médico Legal (IML) e foi liberado ontem pro velório no bairro Monte Alegre, em Camboriú, onde o carinha morava.

O tiozinho foi baleado pelas 21h do dia nove de dezembro. Um rapazote o abordou na avenida Atlântica, esquina com a rua 1101, e mandou o pipoco fatal. Enquanto a vítima era socorrida, dois meganhas de folga, que estavam perto do local e acompanharam toda a treta, correram atrás de Bento Ronaldo Peres Santos de Carvalho, 19, acusado de dar o tirombaço.

Ele foi preso minutos depois, na Terceira avenida. Como a prisão foi em flagrante, foi aberto um inquérito pra averiguar a causa da morte, mas o nome de Bento já foi encaminhado ao fórum. Pros homisdalei, o inquérito depende de alguns detalhes pra ser encaminhado à justa.

A equipe de investigação do delegado Alonso Moro trampa com a hipótese de briga do tráfico de drogas, já que ambos estavam metidos com a correria da porcariada.

  •  

Deixe uma Resposta