• Postado por Tiago

A lenga-lenga da prefa de Balneário Camboriú com o hospital municipal pode fazer a city perder o serviço de transplantes de córneas e o banco de olhos que tava prestes a ser inaugurado por aqui. A proposta tá prontinha e assinada, mas não vai pra frente porque a central de transplantes catarina não pode pedinchar ao ministério da saúde o credenciamento do trampo antes do hospital estar aberto. Quem pode abocanhar a fatia é o Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, que já pedinchou uma mãozinha do governo do estado pra poder prestar o serviço.

A promessa do homem-pássaro é de colocar o hospital pra funcionar em setembro. O problema é que a central de transplantes parece estar cansada de esperar. Leia a reportagem completa na edição de amanhã do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta