• Postado por Tiago

“Em pleno século XXI ainda temos isso? Coronelismo e prioridade aos ricos?

Foi o que senti, vendo dia 23 de dezembro, no Jornal do Almoço, em Balneário Camboriu: um jovem de 19 anos não foi preso em flagrante após um acidente que deixou três mortos e uma pessoa em estado grave na cidade de Balneário Camboriú (SC). O assassino, acusado de embriaguez, é filho do ex-prefeito da cidade, Rubens Spernau.
De acordo com as informações da polícia Militar, Lucas Ricardo Spernau (assassino) conduzia seu veículo na madrugada de domingo pelas ruas centrais de Balneário Camboriú e colidiu com um táxi que levava três passageiros. Com o impacto, morreram o taxista e dois passageiros. Os carros foram arremessados contra uma loja. O delegado Renato Oliveira de Matos abriu um inquérito e pode indiciar Spernau por homicídio culposo – sem intenção de matar. O cara estava a 130 km/h em uma avenida central da cidade, embrigado!

Segundo o levantamento preliminar realizado pela perícia, o carro do assassino estava a cerca de 130 km/h no momento da colisão. O assassino se recusou a fazer o teste de bafômentro (não temos teste de sangue?).

Enquanto os familiares das vítimas passam o Natal chorando a morte de seus entes queridos, o assassino passa com sua família, sob o privilégio de um habeas corpus, tomando champanhe.

Espero que os familiares da vítima hospitalizada, juntos com os das outras, façam justiça.

Vergonha de ser catarinense!”

Ass: Roger

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta