• Postado por Tiago

Antes de pegar um papagaio ou decidir pelo cheque especial, dê uma olhada na tabela abaixo. Nela, saberá qual banco cobra a taxa de juros mais barata.

Os dados acima referem-se a taxas máximas pré-fixadas para clientes (pessoa física) não preferenciais. Para o cheque especial, foi considerado o período de 30 dias e para o empréstimo pessoal, o prazo de contrato é de 12 meses

A decisão do governo em baixar a Selic já se reflete na queda das taxas de juros praticadas pelos bancos. Pelo sexto mês consecutivo, as facadas para os empréstimos pessoais e cheques especiais caíram. No começo deste mês, a taxa média de juros para os papagaios, nos pesquisados pela Procon de São Paulo, foi de 5,52% ao mês, 0,05% menor que a de maio. No borrachudo especial, a média foi de 8,87%, o que representou uma queda de 0,02% em relação ao mês passado.

Os 10 bancos pesquisados foram o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Nossa Caixa, Real, Safra, Santander e Unibanco. Quatro deles reduziram suas taxas para o empréstimo pessoal e três para o cheque especial.

A Caixa Econômica Federal continua com as taxas de juros mais baratas: 4,39% para os empréstimos e 6,79% para o cheque especial. O Itaú tem o empréstimo mais caro, 6,81%, e o Safra, o especial mais caro, com 12,30%.

  •  

Deixe uma Resposta