• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-CINCO---NOVAArma-usada-no-assalto-à-residência-002

Arma usada no crime foi abandonada em uma plantação

A puliça peixeira guentou quatro trastes na noite de quarta-feira no bairro Itaipava, em Itajaí. Os safados tinham acabado de assaltar uma baia na comunidade rural da Paciência, mas quando foram repetir a safadeza caíram nas garras dos homisdalei. Douglas da Silva Ribeiro, 20 anos, Oséias Granella Pereira, 20, Mateus do Nascimento Júlio, 20, e Rodrigo Franco Proenza, 21, tavam apavorando, em Itajaí, a bordo de uma caminhonete Ranger, com placa de Camboriú, quando foram surpreendidos.

O povão desconfiou dos malacos, chamou a polícia que os mandou pra trás das grades. Os meganhas já tavam na cola dos bandidos. Os milicos começaram as buscas por volta das 20h30, depois que receberam uma informação que quatro trastes, numa caminhonete prata, tinham invadido uma casa, rendidos as vítimas e fugido levando uma montoeira de porcaria. A caranga foi encontrada na estrada geral da Itaipava.

Depois de dar uma geral no possante, a polícia encontrou todo o material na carroceria da caranga. Ao ser encostado na parede, Mateus do Nascimento Júlio confessou que tava carregando um revólver calibre 38, mas disse que tinha dado um fim no berro. A arma só foi encontrada ontem. O dono da baia assaltada reconheceu os trastes, que foram levados pra 1ª depê peixeira, onde embarcaram na manhã de ontem no primeiro bonde que rumou para o cadeião de Itajaí.

A arma usada no assalto foi encontrada de manhã às margens da estrada geral da Paciência, onde os malacos disseram ter jogado o trabuco. Os policiais fizeram um pente-fino no terreno, encontrando arma perto de uma vala. Os trastes se livraram do trabuco no meio de uma plantação de arroz antes de serem guentados pela PM, que não conseguiu localizar o berro na escuridão da noite do crime.

Navegantes

João Batista de Borba, 40 anos, foi guentado na avenida Conselheiro João Gaya, no centro de Navegantes. O traste tava pedido pela dona justa desde o dia 11 de junho do ano passado, por furto. O safado foi levado pro cadeião peixeiro, onde já tá guardado.

  •  

Deixe uma Resposta