• Postado por Tiago

Malacos meterem o pé na porta do escritório do posto pra catar grana

A bandidagem peixeira meteu a mão grande na grana do posto Ale, da avenida Sete de Setembro, em Itajaí, no começo da manhã de ontem. No assalto, dois trastes armados que tavam trepados numa cabrita furtada meteram a arma nas fuças do gerente, levaram dois malotes e sumiram. Ninguém ficou ferido.

Os bandidos chegaram ao posto por volta das sete horas a bordo de uma motoca azul marinho, placa MBS 3715 (Blumenau), com registro de furto do dia 28 de setembro.

Quando um dos frentistas chegou para pegar no batente, viu dois safados dando uma bizoiada na sala do gerente, mas nem desconfiou que os malacos pudessem estar de olho na grana do posto. Como a porta ainda estava trancada, um dos malacabados, de jaqueta vermelha e capacete, disfarçou e entrou na loja de conveniências como se fosse fazer compras.

A dupla montou na motoca e contornou o quarteirão, retornando minutos depois pra meter o assalto no posto. Assim que chegaram, os bandidos foram calibrar os pneus da cabrita pra não dar na cara que tavam tramando o assalto.

Os trastes abandonaram o que tavam fazendo quando o gerente entrou na sala. Os bandidos empurraram a porta do escritório, pra que ela não fosse trancada. Achando que era uma brincadeira dos colegas de trampo, o gerente empurrou os malacos que o jogaram contra um sofá. Com o coitado caído, os bandidos puxaram a arma e anunciaram o assalto.

Os malacabados entraram no escritório, levaram dois malotes que estavam em cima da mesa e deram no pé em direção ao bairro Fazenda, pela avenida Sete de Setembro.

Um dos frentistas, que viu toda a ação, começou a berrar pedindo ajuda. A muié que tava no caixa avançou no telefone, mas não deu tempo de chamar os homisdalei antes dos bandidos tomarem Doril.

Quando deram no pé, os dois caras de pau ainda olharam para trás e riram do povo do posto. Segundo testemunhas, os bandidos aparentam ter cerca de 20 anos e um deles tava mostrando a fuça. Ele é loiro, tem pele clara, olhos azuis, vestia uma jaqueta azul e calça jeans. Essa foi a primeira vez que o posto foi assaltado na atual administração.

Polícia dengo-dengo continua sem pistas

A polícia Civil dengodengo tá se virando nos trinta pra tentar identificar quem foram os assassinos que executaram Everaldo dos Santos, 26 anos, com 11 tirombaços sábado à tarde, em Navega. Por enquanto não há suspeitos do assassinato e nemse sabe os motivos do crime. Pelo jeito, os assassinos tavam com muita raiva da vítima, já que descarregaram os trabucos em cima do coitado.

Everaldo foi encontrado morto na rua Élson dos Santos por moradores do bairro Nossa Senhora das Graças. Era mais ou menos três horas da tarde de sábado quando ele foi encontrado todo furado, sentado no banco de motorista de um Uno vermelho, com placa de Navegantes. Quando os vermelhinhos chegaram ao local, não tinha mais nada para fazer pelo coitado.

De acordo com os investigadores da polícia Civil, foi um assassinato planejado. Dois homens montados numa motoca passaram pelo possante e mandaram bala pra dentro da caranga. Os homisdalei tão investigando se a vítima tinha envolvimento com drogas.

Os policiais da terrinha vão começar a ouvir os moradores do bairro onde o coitado foi encontrado, pra tentar achar pistas que ajudem a levar aos assassinos e qual ao motivo de tanta raiva. De acordo com o IML de Itajaí, o cara foi executado pouco tempo antes de ser encontrado pelo povoão do bairro.

  •  

Deixe uma Resposta