• Postado por Tiago

A bandidagem de Balneário Camboriú inventou uma nova modalidade de assalto no fim de semana. A malacada se enfiou em saídas de motéis e ficou à espera da galera que passava por ali. Um deles chegou a esfaquear um cara porque o coitado tava sem um tostão furado no bolso. A moda terminou depois que a puliça Militar enfiou todos os trastes atrás das grades.

A folia começou por volta da meia-noite de sábado. Os milicos receberam a informação de que uma dupla de mequetrefes tava tocando o terror em frente ao motel Drive In, na marginal Leste. Eles tinham rendido um cara que passava por ali, trepado numa motoca, e ameaçaram bater o pó do coitado se ele não entregasse tudo o que tinha.

Encagaçada, a vítima deu aos bandidos 30 pilas em dindim, um cartão de crédito e o celular. Assim que se viu livre dos assaltantes, o cara avisou os meganhas, que saíram à cata da dupla.

Os fardados encontraram Cláudio Marcelino da Silva, 29 anos, e Marisa Carvalho Rocha, 30, dando sopa a poucos metros do motel, e pararam os dois pra dar uma geral. Bastaram umas apalpadas pros homis acharem o celular da vítima com o casalzinho. Eles já tinham dado fim no resto dos pertences do cara.

Cláudio e Marisa foram reconhecidos pela vítima e levados pra depê. Os homisdalei descobriram que a mulé já tava pedida pela dona justa, por furto, e a dupla ganhou uma vaguinha no cadeião.

Duas horas depois, os milicos foram avisados de que um mulambento tinha esfaqueado um homem na saída de um furunfódromo da marginal Oeste. Eles encontraram F.C., 23 anos, com o braço sangrando e com o rosto todo roxo.

O coitado disse aos meganhas que tava saindo do motel quando o dimenor J.C.J., 17, o ameaçou com uma faca e pediu que ele passasse a grana. O cara respondeu que não tinha dinheiro nenhum e foi agredido pelo aprendiz de malaco. Depois de atacá-lo com uma facada no braço e socos, o dimenor siscapou.

Os fardados deram umas bandas de baratinha e acharam o aborrescente na rua Bom Retiro, em frente à sua baia. Quando viu que o moleque tava encrencado, o pai dele tentou segurar os milicos pra protegê-lo e rolou um bafafá. Mas J. acabou guentado e levado pra depê da Muié e do Dimenor, onde tá enjaulado.

Tentativa

A agência da Caixa Econômica da Terra do Pirão escapou por pouco de ser assaltada na madrugada de domingo, mas o crime só foi descoberto na tarde de ontem. Os bandidos escalaram o segundo andar do prédio onde funciona a agência, fizeram um buraco no piso da secretaria de Educação, mas não invadiram o local.

Passava das 15 horas de ontem, quando um morador da avenida Governador Celso Ramos viu a porta que dá acesso à escada que leva à secretaria de Educação e o departamento de trânsito da prefa escancarada. O bizolhudo chamou a PM, que foi até a agência e descobriu a tentativa de furto.

  •  

Deixe uma Resposta