• Postado por Tiago

Acabaram-se os dias de liberdade pra um trio de traficantes que andava tocando o terror na região da Grande Floripa. A turminha foi em cana quando negociava 1,5 quilo de maconha, que seriam distribuídos entre os viciados da Santa & Bela. Um dos presos é um bandidão conhecido no Rio de Janeiro e faz parte da organização criminosa Comando Vermelho. Outro já foi condenado a 16 anos de jaula pela justa catarina, mas tinha ganhado um arrego e tava curtindo a liberdade.

Homis da divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) da diretoria Especial de Investigações Criminais (DEIC) já tavam bizolhando o trafica Manoel Cardoso, conhecido como Maneca, há algum tempo. Na quinta-feira, eles souberam que o cara faria a entrega de um carregamento de marofa pertinho de sua baia, no bairro Aririú da Formiga, em Palhoça.

Os tiras ficaram de butuca e flagraram o momento em que Jorge Azevedo Gomes, bandido do Rio de Janeiro conhecido como Miquimba, pintou na área a bordo de um Fiat Siena, pra receber a droga. Ele colocou 1,5 quilo de erva do demonho dentro do carro e simandou em direção à BR-101.

Uma turma de homisdalei saiu à cata do Miquimba, enquanto outra deu o atraque em Maneca e lascou-lhe o teje preso. Os tiras seguiram com ele pra sua casa e deram uma boa bizolhada por lá. Eles encontraram uma grana alta, que o trafica ganhou negociando drogas, uma balança de precisão e um caderninho onde o cara anotava sua contabilidade e marcava na ponta do lápis quem tava devendo.

Diante da bagulhada, a mulher de Maneca, Maria Eduarda Alexandre Vargas, também ganhou pulseirinhas de aço. O casal de pombinhos foi levado pro xilindró.

Os tiras montaram uma barreira na BR-282, conseguiram parar o possante de Miquimba e o levaram pra fazer companhia a Maneca e Maria Eduarda no cadeião.

  •  

Deixe uma Resposta