• Postado por Tiago

Cleyton Amadeu dos Santos, 27 anos, foi morto por volta das 3h30 da madrugada de ontem com três tiros na cabeça e um no ombro. O cara partiu dessa vida na rua Israel de Almeida, no São Vicente, em Itajaí. Como o morto tinha uma baita ficha de crimes, a polícia acredita que o assassinato rolou por tretas da guerra do tráfico de drogas.

Os milicos pintaram no local logo depois do assassinato. Os bombeiros também foram chamados para tentar reanimar o carinha, mas não adiantou o esforço e Clayton morreu no meio da rua. O corpo foi levado pro Instituto Médico Legal (IML) de Itajaí e o laudo da perícia será encaminhado para a central de operações policiais, que ficou responsável pelas investigações.

Como o crime rolou em plena madrugada, a polícia não tem qualquer pista que possa ajudar a chegar aos matadores. Quem tava por lá, preferiu manter a boca fechada, com medo de se complicar. A vítima tinha passagem pela dona justa por estelionato, furto e receptação de objetos roubados.

Tentativa de assassinato

Dois carinhas escaparam da morte na noite de segunda-feira. A.E., 26 anos, e um dimenor de 15 anos foram baleados quando passavam pela avenida Professora Erotides da Silva Fontes, no Rio Bonito, em Itajaí. O dimenor levou um tirombaço na perna esquerda, ficou sangrando e foi levado para o Pronto Atendimento do São Vicente.

Já o dimaior devia tá devendo para alguém. O carinha levou um tiro no braço direito e outro no peito, mas teve sorte e foi levado consciente para o hospital Marieta Konder Bornhausen e não corre risco de morte.

  •  

Deixe uma Resposta