• Postado por Tiago

A bandidagem de Camboriú não tem mais o que inventar. Uma dupla de mulambentos arrancou um passarinho trinca-ferro das mãos de seu dono no bairro Taboleiro, ontem à tarde. O bichinho, avaliado em R$ 70 mil, é um baita campeão de canto e saía de uma competição quando foi levado pelos assaltantes. A puliça acredita em crime encomendado. O criador reza pra que se trate de um sequestro e quer ter o penoso divolta.

Era a sexta vez seguida que o trinca-ferro com nome de bicho de quatro patas, Coyote, arrasava a concorrência. Dono de um canto de encher o zovidos, o bichinho tinha acabado de ganhar mais um título pra sua coleção, numa competição que rolou no ginásio Kadiz, que fica na Alameda Kadiz, no Taboleiro, quando rolou o atraque.

O dono, M.F., faceiro com mais uma conquista do animalzinho, saía do ginásio acompanhado do filho de 11 anos com o passarinho na mão, preso numa gaiola, quando foi surpreendido pelos bandidos. Dois trastes, empoleirados numa motoca, encostaram em sua frente.

Um deles apontou um berro calibre 38 pro criador e o outro mandou que ele passasse o penudo. Apavorado, M. não teve escolha senão entregar seu bichinho de estimação. Com dor no coração por ter perdido o campeão, ele começou a berrar pra pedir ajuda. O assaltante que tava armado não teve dúvidas e lascou um pipoco pra cima, pra garantir que ele ficasse de bico fechado, antes de siscapolir com o comparsa.

Foi um escarcéu. M. chamou a puliça Militar, mas os milicos não conseguiram achar nem os bandidos, nem a gaiola com o Coyote. Um mototaxista chegou a avisar os homis que tinha visto os mequetrefes com o passarinho pros lados do bairro Areias, mas os caras não foram encontrados.

A polícia informou que o pássaro tava avaliado em R$ 70 mil.

  •  

Deixe uma Resposta