• Postado por Tiago

Uma firma de importação de Balneário Camboriú levou um desfalque de quase R$ 100 mil num assalto, ontem de manhã. Três pessoas foram amarradas enquanto os bandidos limpavam o cofre. O mais estranho é que os trastes tinham as chaves da porta do prédio e do escritório da empresa.

O assalto rolou por volta do meio-dia, no edifício São Francisco, que fica na avenida Brasil. Dois coisas-ruins encapuzados abriram a porta, que tava trancada, e largaram o mãos ao alto. Um deles tava armado com um revólver, e ameaçou estourar os miolos do pessoal que trampava no escritório.

Os bandidos levaram todo mundo pra dentro do banheiro. Eles amarraram dois homens, e mandaram uma muié abrir o cofre. A coitada, encagaçada, arregaçou a mina de ouro.

Os assaltantes carregaram R$ 26 mil em dindim, outros R$ 26 mil em cheques pré-datados de clientes, e mais 20 mil dólares, grana que somada dá quase a bolada de R$ 100 mil. Também levaram a bolsa da muié que tinha aberto o cofre, onde tavam cinco cartões de crédito. Os funcionários da empresa não conseguiram ver como foi que os bandidos fugiram. Horas antes, um caminhoneiro da Souza Cruz também foi vítima de malacos no Balneário. O pobre parou o bruto em frente a um mercado da rua Paraguai, bairro das Nações, fez uma entrega e voltou com o pagamento do pedido, R$ 950. Dois trastes, numa motoca vermelha, o renderam com um trabuco e o obrigaram a entregar o dindim.

  •  

Deixe uma Resposta