• Postado por Tiago

Uma ação dos tiras da Central de Operações Policiais de Itajaí (COP) colocou atrás das grades dois integrantes de uma quadrilha de roubo de cargas de cigarro que tavam apavorando na região de Itajaí, Penha e Piçarras. O alvo dos bandidos era a empresa Deycon, que tem sede em Itajaí e distribui os cigarros da Philips Morris na região. Na tarde de ontem o chefão do bando, Carlos Alberto Fernandes, o Carlinhos, 38 anos, foi preso em Blumenau.

Os bandidos atraíram pro esquema o motorista da empresa que era o responsável por facilitar a malandragem. Assim que a quadrilha fazia a limpa na carga, o motorista procurava a delegacia mais próxima e registrava o roubo, se passando de bom moço.

Desta vez o motorista da distribuidora, Carlos Rogério Titjin, 20 anos, foi guentado enquanto dava queixa do roubo que tinha rolado ontem de manhã, na Penha. A quadrilha já tava sendo investigada há cerca de 20 dias. Só este ano, 15 registros foram feitos nas depês da região por roubo de cargas de cigarros da Deycon.

O prejuízo deixado pela quadrilha deve chegar a meio milhão de reais, segundo os levantamentos feitos pelo pessoal da COP. Carlos, por exemplo, registrou seis boletins, quatro na Penha, um em Navega e outro em Itajaí. O sétimo boletim seria feito ontem, na delegacia da Penha, mas desta vez os tiras tavam ligados no esqueminha furado.

Baldeação

Os tiras da COP ficaram sabendo que tinha rolado mais um roubo de carga na manhã de ontem. As caixas de cigarros foram baldeadas numa estrada deserta que dá acesso à Praia Vermelha, na Penha. O chefe da quadrilha também tava participando da treta.

Por volta das 16h, os tiras prenderam Carlinhos em casa, na rua William Arslepen, no bairro Cohab Fidélis, em Blumenau. No local, encontraram toda a carga surrupiada pela manhã. Eram 24 caixas de cigarro que estavam mocosadas na baia. O atraque contou com a participação da central de polícia da terra dos alemóns.

Os cigarros eram roubados para serem revendidos na região. Através da investigação, a COP já identificou o restante da quadrilha. Mais duas pessoas devem ser presas ainda esta semana. Com a prisão do chefe do bando, do motorista e dos outros que tão já tão pedidos, a polícia espera diminuir o roubo de cargas de cigarro na região.

  •  

Deixe uma Resposta