• Postado por Tiago

INTERNA-BAIXO-PAG-22---bar-apostas-turfe---divulgação

Local terá vários monitores com as corridas e cabines pra apostas

A galera de Balneário Camboriú e região que se encarna numa ?fezinha esportiva? terá a opção de apostar em corridas de cavalo a partir de hoje. Nesta sexta-feira, a primeira loja Turff Bet & Sports Bar de Santa Catarina será inaugurada na Maravilha do Atlântico, na avenida Atlântica, nº 2544. O bar transmitirá várias corridas de cavalo o tempo todo, ao vivo, com direito a apostas na hora.

Credenciada pelo Jóquei Clube Brasileiro (JCB), a rede Turff Bet & Sports Bar pertence à empresa multinacional espanhola Codere, que tem outras agências do tipo em vários países. No Brasil, além de Balneário, o bar existe no Rio de Janeiro, em Niterói/RJ e Porto Alegre/RS. A ideia da loja, além do entretenimento, é gerar receitas pros jóqueis tornarem seus prêmios mais atrativos, ou seja, uma parte da graninha vai pros nanicos que montam os cavalos.

Com a expectativa de, na alta temporada, ter em média 100 visitas por dia ou 3 mil por mês, o bar funcionará de segunda a quinta-feira, das 14h à meia-noite, e de sexta-feira a domingo, das 14h às 3h. ?Este projeto é apenas o piloto. Pretendemos expandir esse modelo em todo o estado de Santa Catarina e futuramente em outros estados, com sócios que tenham interesse. O sucesso do produto foi comprovado no Rio de Janeiro, Niterói e Porto Alegre?, fala André Gelfi, diretor geral da Codere.

Grana preta

Quem já apostou em corridas de cavalo sabe que o negócio é viciante, principalmente pela grana que rola nos jóqueis pelo Brasil. Na agência que vai abrir em Balneário Camboriú as apostas serão feitas a partir de 2 reales, sendo que o apostador mais cagado pode faturar até 40 mil mangos. É bom lembrar que, por outro lado, aquele mais azarado e que não sabe a hora de parar de apostar, pode sair de bolso vazio, até sem o dindim do leitinho das crianças.

Bem estruturado, o bar vai transmitir, via satélite, corridas dos Estados Unidos, Europa, Ásia e Brasil. Além dos apostadores mais largos, é esperado que o dono de uma franquia dessas também tenha dindim garantido. ?O retorno de um negócio desse tipo é esperado entre 15 e 20 meses, tempo menor do que uma franquia de alimentação, previsto em média em 24 meses?, jura, de pés juntos, José Vernucci, diretor da Codere, interessado em aumentar seu negócio.

  •  

Deixe uma Resposta